0

São Paulo esquenta mais nos próximos dias

Temperatura à tarde subiu 13°C em 48 horas. Quando esfriou mais, no início de julho ou no começo de agosto?

6 ago 2019
17h31
atualizado às 20h31
  • separator
  • 0
  • comentários

São Paulo esquentou muito rapidamente. Em 48 horas, a temperatura da tarde subiu cerca de 13 °C. A semana começou com recorde de tarde mais fria o ano, com temperatura máxima de 12,2°C registrada no domingo, 4 de agosto, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia . Nesta terça-feira, 6, o INMET registrou 25,6°C de temperatura máxima às 15 horas.

O gráfico mostra a variação da temperatura registrada às 14 horas nos aeroportos Campo de Marte e Congonhas, entre o domingo, 4, e a terça-feira, 6 de agosto.

Foto: Climatempo

Temperatura nos aeroportos de São Paulo de 4 a 6 de agosto de 2019

Ar seco e mais calor

O frio foi embora e nos próximos dias a população da cidade de São Paulo vai conviver com tardes mais quentes e mais secas. O nível de umidade do ar baixou para 49% às 15 horas desta terça-feira. No domingo passado, a esta hora, a umidade relativa do ar foi de 71%.

Até o sábado que vem São Paulo, terá muito sol e tardes cada vez mais secas e quentes. O nível de umidade do ar pode baixar para 35% nesta quarta-feira e ficar abaixo dos 30% até o fim da semana. A temperatura continua subindo e semana termina com calor em torno dos 30°C.

Não tem previsão de chuva até sábado, mas no domingo, 11 de agosto, a passagem de uma frente fria traz mais umidade e muitas nuvens para a Grande São Paulo e faz a temperatura baixar. Mas desta vez não vai esfriar muito.

Foto: Climatempo

Foto de Ludmilla Lellis, São Paulo (SP)

Vento quente

A razão para um aquecimento tão grande do ar em pouco tempo foi o rápido afastamento do ar frio de origem polar. A massa de ar frio que derrubou a temperatura já está no mar e se afasta cada vez do Brasil. 

O vento quente volta a predominar sobre a região da Grande São Paulo nos próximos dias e a temperatura continua em elevação.

Onda de frio do início de julho x onda de frio de agosto

Quando esfriou mais em São Paulo, na onda de frio do início de julho ou na do início de agosto? 

Pela medição do INMET, a menor temperatura de 2019 em São Paulo foi de 6,5°C o dia 7 de julho, mas a tarde mais fria do ano foi a do dia 4 de agosto, quando a temperatura máxima foi de apenas 12,2°C.  Fazendo as contas, o primeiros dias de julho de 2019 foram mais gelados do que os começo de agosto. 

O gráfico mostra a variação da temperatura registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) no Mirante de Santana entre os dias 5 e 9 de julho e entre 2 e 6 de agosto de 2019.

Foto: Climatempo

Comparação entre as ondas de frio do começo de julho e do começo de agosto de 2019

Na média, as madrugadas do início de julho foram 2°C mais frias do que as do início de agosto. A diferença na média das máximas foi de quase 3°C a mais em agosto. 

 

T min (°C) 

5 a 9 de jul

T min (°C) 

2 a 6 de ago

 

T max (°C) 

5 a 9 de jul

T max (°C) 

2 a 6 de ago

 

13,1

13,4

 

15,5

29,1

 

7,4

10,4

 

14,6

15,1

 

6,5

9,6

 

14,2

12,2

 

7,2

10,5

 

18,9

18,6

 

10,2

10,6

 

20,2

25,6

Média

8,9

10,9

 

16,7

20,1

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade