PUBLICIDADE

Política

Prefeito de Recife, João Campos descolore o cabelo em 'desafio' para o carnaval 2024

9 fev 2024 - 20h54
Compartilhar
Exibir comentários

O prefeito de Recife, João Campos (PSB-PE), cumpriu um desafio que havia lhe sido feito e descoloriu o cabelo para o carnaval. Nas últimas semanas, ele brincava sobre a possibilidade de mudar o visual como havia sido sugerido pelo cantor de brega funk Anderson Neiff. Na quinta-feira, publicou foto com a nova cor de cabelo. "Nevei", escreveu.

Campos é o prefeito das capitais brasileiras mais popular no Instagram. Em janeiro, como mostrou o Estadão, ele tinha 1,1 milhão de seguidores, número que atualmente é de 1,6 milhão. Ele já havia virado meme na plataforma, que utiliza para mostrar ações da prefeitura de Recife. Comentários de perfis de outras cidades e Estados são comuns.

O prefeito disse ao jornal Folha de Pernambuco que no início apenas brincava sobre descolorir o cabelo, mas que diante da cobrança quase diária de seus seguidores, o assunto se tornou sério.

"Quando eu andava na rua, muita gente perguntava se eu já tinha almoçado e se ia 'nevar'. Isso também significa um ato de respeito e valorização da nossa gente, da juventude, da periferia, de uma área da cidade de gente forte, guerreira, resiliente, criativa e com uma capacidade extraordinária. No carnaval e em nenhum local da vida cabe preconceito", disse ele ao jornal pernambucano.

O prefeito de Recife é filho de Eduardo Campos, morto após uma queda de avião durante a campanha presidencial de 2014, e bisneto de Miguel Arraes, que governou Pernambuco por três mandatos. "Meu Deus do céu", comentou a deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP), namorada do prefeito.

Segundo a AtlasIntel, João Campos entra no ano que vai disputar a reeleição com a melhor avaliação entre os governantes das capitais brasileiras. A gestão dele é aprovada por 81% dos recifenses. A popularidade tem causado temor no PT. O partido quer indicar o vice na chapa, mas avalia que a força eleitoral de Campos pode levá-lo a rejeitar a articulação.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade