PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Política

Ex-deputado que tatuou Temer é preso por violência política nas redes

18 abr 2024 - 10h27
Compartilhar
Exibir comentários

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta, 18, o ex-deputado federal Wladimir Costa - conhecido por tatuar o nome do ex-presidente Michel Temer - por supostos crimes eleitorais. Ele foi capturado no Aeroporto Internacional de Belém, após desembarcar na capital paraense.

A prisão de Costa é preventiva - sem data para acabar - e foi requerida pela Polícia Federal sob alegação de prática reiterada dos crimes eleitorais de violência política contra deputada federal pelas redes sociais.

A ordem foi deferida pelo Tribunal Regional Eleitoral, que também ordenou a exclusão das postagens que motivaram o mandado de prisão.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade