PUBLICIDADE

Política

Deputado Leonel Radde apoia fala de Lula sobre Israel e genocídio em Gaza

"Quer dizer agora que tu não pode criticar o presidente de uma nação que você está criticando toda a nação?", questionou Radde durante o programa Raio X

27 fev 2024 - 14h58
(atualizado às 15h34)
Compartilhar
Exibir comentários

O deputado Leonel Radde (PT-RS) expressou forte repúdio ao recente ataque terrorista realizado pelo grupo Hamas, classificando-o como repugnante e covarde. Em suas declarações, deixou claro não ter simpatia pelo Hamas e repudiar qualquer forma de extremismo fundamentalista

Foto: Porto Alegre 24 Horas / Porto Alegre 24 horas

Ao abordar a resposta de Israel, no Programa Raio X, apresentado por Diego Garcia,  o deputado argumentou que considera a ação israelense extremamente desproporcional, chegando a caracterizá-la como uma "limpeza étnica" na Faixa de Gaza, rotulando-a como genocídio.

Além disso, Leonel mencionou as palavras de Benjamin Netanyahu, líder israelense, descrevendo a reação de Israel diante das comparações feitas pelo presidente Lula, onde relatou  que os ataques de Israel estavam parecidos com os ataques aos Judeus na era Hittler. Netanyahu não apenas considerou as comparações desrespeitosas, mas também contestou a afirmação de que Hitler não buscava o extermínio aos judeus, mas apenas a expulsão deles da Alemanha, argumentando contra essa interpretação histórica.

"Quer  dizer agora que tu não pode criticar o presidente de uma nação que você está criticando toda a nação, toda a população judia? Quer dizer que se criticasse o Bolsonaro seria criticar todos os brasileiros e ser xenófobo com os brasileiros? Não, nós estamos criticando um governo, uma administração facista que tem como objetivo uma limpeza étnica, fazer terra arrasada para ocupar aquele território. E tudo isso poderia ser resolvido com os dois estados vivendo harmonicamente…"

Essas declarações de Leonel e a referência a Netanyahu revelam a intensidade do debate em torno dos acontecimentos na região e das interpretações históricas relacionadas aos conflitos envolvendo Israel e grupos como o Hamas.

Confira a entrevista

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Publicidade