PUBLICIDADE

Defesa troca comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica

Pujol, Bermudez e Barbosa se reuniram na noite de segunda-feira e a intenção inicial era de que os três entregassem os cargos

30 mar 2021 12h54
| atualizado às 13h13
ver comentários
Publicidade

O Ministério da Defesa informou nesta terça-feira que os três comandantes das Forças Armadas - Edson Pujol, do Exército, Ilques Barbosa, da Marinha, e Moretti Bermudez, da Aeronáutica - serão substituídos.

11/01/2019
REUTERS/Adriano Machado
11/01/2019 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

Em nota divulgada depois de uma reunião dos comandantes primeiro com Fernando Azevedo e Silva, que está deixando o comando do ministério, e depois com Walter Braga Netto, que assume o posto, a Defesa informou apenas que a decisão foi comunicada durante o encontro.

"O Ministério da Defesa (MD) informa que os Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica serão substituídos. A decisão foi comunicada em reunião realizada nesta terça-feira (30), com presença do Ministro da Defesa nomeado, Braga Netto, do ex-ministro, Fernando Azevedo, e dos Comandantes das Forças", publicou o órgão em curta nota.

Pujol, Bermudez e Barbosa se reuniram na noite de segunda-feira e a intenção inicial era de que os três entregassem os cargos, mas havia uma expectativa de que apenas Pujol, que tivera atritos com o presidente Jair Bolsonaro, saísse de fato.

Analistas apontam que as mudanças são uma forma de Bolsonaro tentar uma "aproximação e um controle maior" das Forças Armadas. Até mesmo em seu texto de saída, Azevedo e Silva publicou que sempre buscou preservar a instituição como "instituições de Estado" e não de governo. 

Com informações da Ansa.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade