1 evento ao vivo

Ministro da Casa Civil testa positivo para Covid-19, sétimo do primeiro escalão a contrair a doença

3 ago 2020
12h46
atualizado às 12h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O ministro da Casa Civil, Braga Netto, recebeu nesta segunda-feira a confirmação que testou positivo para a Covid-19, informou nota da assessoria de comunicação da pasta, tornando-se o sétimo integrante do primeiro escalão do governo a ser diagnosticado com a doença.

Ministro Braga Netto
03/04/2020
REUTERS/Adriano Machado
Ministro Braga Netto 03/04/2020 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

Segundo a nota, Netto, que passa bem e não apresenta sintomas, permanecerá em isolamento até a realização de novo exame e de avaliação médica. O ministro seguirá cumprindo sua agenda de forma remota.

Outros seis ministros já contraíram o coronavírus e até mesmo o presidente Jair Bolsonaro, anunciou que estava com a Covid-19 no dia 7 de julho. Ele ficou isolado no Palácio da Alvorada por cerca de três semanas até ficar livre da infecção.

Na quarta-feira da última semana, foi a vez de a primeira-dama Michelle Bolsonaro, testar positivo para Covid-19.

Logo após viagem de Bolsonaro a Miami, em março, 23 pessoas da comitiva presidencial foram contaminadas, entre elas o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, e o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Recentemente, foram infectados Onyx Lorenzoni, da Cidadania, e o novo ministro da Educação, Milton Ribeiro, que anunciou a doença poucos dias depois de tomar posse no cargo.

Na quinta-feira da última semana, o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, foi diagnosticado com a Covid-19, enquanto o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, teve seu teste positivo para a doença anunciado no dia seguinte.

Veja também:

Flagrado com dinheiro na cueca, Chico Rodrigues pede afastamento do Senado por 90 dias
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade