PUBLICIDADE

Menor suspeito de esfaquear o repórter Gabriel Luiz é apreendido

Repórter foi esfaqueado em estacionamento próximo de casa, na noite de quinta, 14. A carteira e o celular dele foram encontrados no local

15 abr 2022 18h55
| atualizado às 23h17
ver comentários
Publicidade
Gabriel Luiz
Gabriel Luiz
Foto: TV Globo

Um adolescente, suspeito de esfaquear o jornalista Gabriel Luiz, da TV Globo, foi apreendido pela Polícia Civil do Distrito Federal nesta sexta-feira, 15. Além dele, outro homem é procurado por ter participado do crime. O repórter segue internado em estado grave.

O repórter, de 29 anos, da TV Globo Brasília foi esfaqueado por dois homens, em um estacionamento próximo de casa. Ele teve perfurações em diversas partes do corpo e está internado em um hospital particular da capital em estado grave, porém estável.

Suspeitos de atacar o repórter Gabriel Luiz
Suspeitos de atacar o repórter Gabriel Luiz
Foto: Reprodução/Polícia Civil

As imagens foram divulgadas pela Polícia Civil na tentativa conseguir informações para identificar os agressores. Na primeira gravação, é possível ver dois homens caminhando juntos pela rua. A polícia, no entanto, não divulgou se o registro da passagem foi antes ou depois do crime. 

A segunda gravação mostra o exato momento em que o repórter Gabriel Luiz passa pelo estacionamento sozinho, em direção à sua casa. Em seguida, surge o primeiro suspeito andando em direção a ele, seguido pelo outro logo atrás. Ele foi abordado e agredido instantes depois.

 

 

Nada foi roubado

O caso é investigado pela 3ª Delegacia de Polícia, no Cruzeiro. A corporação apura as hipóteses de tentativa de latrocínio ou tentativa de homicídio, mas não descarta outras possibilidades. A carteira de Gabriel, no entanto, foi localizada no local do crime. O celular não foi encontrado no momento do resgate do repórter, mas foi encontrado por um morador da região e entregue à polícia na manhã desta sexta-feira, 15.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal informou que "todos os órgãos de segurança estão empenhados na captura dos bandidos". Disseram, ainda, que a investigação está em curso e nenhuma hipótese sobre as razões do ataque foi descartada.

A delegacia pede que quem tenha qualquer informação sobre o caso utilize o canal de denúncias anônimas pelo disque 197

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade