PUBLICIDADE

Após brasileira, francesa é melhor chef mulher do mundo

Hélène Darroze sucede Helena Rizzo, do Maní em São Paulo, na premiação dos 50 melhores restaurantes do mundo

22 abr 2015 13h12
| atualizado em 23/4/2015 às 09h51
ver comentários
Publicidade

A francesa Hélène Darroze, de 48 anos, à frente do restaurante que leva seu nome em Paris e na cozinha do hotel The Connaught, em Londres, venceu o Prêmio Veuve Clicquot para "Melhor Chef Mulher do Mundo" em 2015, anunciaram nesta quarta-feira os organizadores.

Ela receberá o prêmio no dia 1º de junho em Londres, como parte das recompensas do evento "50 melhores restaurantes do mundo", organizado anualmente pela revista britânica Restaurant.

Hélène Darroze sucedeu ao trono a brasileira Helena Rizzo, do restaurante Maní de São Paulo, que ganhou o prêmio em 2014.

Vinda de uma família de cozinheiros, Darroze abriu seu restaurante em Paris em 1999. Ela já havia trabalhado com Alain Ducasse no Louis XV, em Mônaco, e em um restaurante familiar no sudoeste da França.

A premiação dos 50 melhores restaurantes do mundo, patrocinado pelas marcas de água San Pellegrino e Acqua Panna, é muito criticada na França, onde é acusada de estar nas mãos de grandes grupos alimentícios e de empregar uma metodologia questionável.

Em 2014, coroou pela quarta vez o restaurante dinamarquês Noma e distinguiu apenas cinco mesas em toda a França, e nenhuma entre suas 10 principais.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade