0

Policial é presa por liberar cerveja e churrasco em prisão

Cerveja, carvão e utensílios para churrasco, como facas, foram apreendidos após denúncia. Ex-governador Pezão está preso na unidade

23 fev 2019
23h34
atualizado em 24/2/2019 às 10h58
  • separator
  • 0
  • comentários

RIO - Uma policial militar foi presa em flagrante ao tentar facilitar a entrada de cerveja, carvão e utensílios para fazer churrasco - incluindo facas - na Unidade Prisional (UP) da Polícia Militar do Rio, em Niterói, região metropolitana da capital. A UP abriga, principalmente, policiais militares presos, mas serve também para autoridade. O ex-governador Luiz Fernando Pezão (MDB) está preso na UP da PM do Rio.

Fachada do Batalhão Especial Prisional (BEP), em Niterói (RJ)
Fachada do Batalhão Especial Prisional (BEP), em Niterói (RJ)
Foto: Rommel Pinto / Futura Press

Segundo a assessoria de imprensa da PM, a prisão foi possível por causa de uma denúncia recebida na manhã deste sábado, pela Corregedoria. Além da policial militar, dois presos envolvidos na tentativa de entrar com os itens para o churrasco foram detidos. A policial presa é lotada na própria UP. Os procedimentos de investigação ainda estão em andamento, informou a PM.

Em nota, a PM destacou a "pronta resposta" diante da denúncia e ressaltou que "não coaduna com qualquer desvio de conduta de nenhum de seus membros". "Vale lembrar que inspeções são realizadas rotineiramente na Unidade com vistas a manter o cumprimento da Lei de Execução Penal e o Regulamento Disciplinar da Instituição", diz a nota.

Veja também:

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade