PUBLICIDADE

Caminho do Ouro: turismo e cultura mageense ganham destaque na Flip 2023

Magé terá representantes na Feira Internacional Literária de Paraty Caminho do Ouro: turismo e cultura mageense ganham destaque na Flip 2023

22 nov 2023 - 16h04
(atualizado às 16h07)
Compartilhar
Exibir comentários

A variante do Caminho do Ouro, que servia para o escoamento da produção e comercialização do interior de Minas Gerais para o litoral, é o elo entre Magé e Paraty. Este será o assunto da roda de conversa com o secretário de Cultura, Turismo e Eventos, Bruno Lourenço. Além dele, participarão o turismólogo Douglas Martins, a historiadora e diretora de Diversidade Cultural, Andreza Lima, e a arquiteta e diretora de Preservação do Patrimônio Histórico-Cultural, Roberta dos Santos. O encontro ocorrerá na quarta-feira (24/11).

"Participar da FLIP é uma oportunidade ímpar para a visibilidade do município. Na nossa temática, abordaremos as conexões existentes entre as cidades, principalmente com a variante do Caminho do Ouro, que está completando 300 anos. Magé e Paraty são cidades com muitas semelhanças, principalmente pelo fato de terem uma cultura histórica muito rica. É importante para o mageense conhecer essa semelhança e ajudar a valorizar nossa memória histórica local", relata Bruno Lourenço.

Para expandir ainda mais a conversa, o turismólogo Douglas Martins destacará a dinâmica social existente entre a Estrada Real e a população que vive ou passa no entorno.

"Montamos uma equipe multidisciplinar que, durante os diálogos, destacará a relevância histórica e cultural do complexo de estradas reais e os aspectos que aproximam e separam as trajetórias de Magé e Paraty. Minha fala reforçará como esses caminhos atraem fluxos turísticos e como o produto 'Estrada Real' influencia as dinâmicas locais e o desenvolvimento do entorno", conta Douglas.

A participação musical ficará por conta de Eric Fanuel, que comemora 30 anos de carreira e o lançamento do EP 'Santo Remédio'.

"Lançar um trabalho autoral aos 30 anos de carreira, em uma festa literária mundial, me traz o orgulho de representar o nome de Magé, que merece ter sua relevância reconhecida pelo mundo inteiro", conta Eric.

Diário do Rio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade