PUBLICIDADE
Patrocínio Logo do patrocinador

12 lugares LGBTQIA+ para conhecer em SP no esquenta Parada

Cidade oferece passeio para todos os gostos e bolsos

30 mai 2024 - 14h01
(atualizado às 17h01)
Compartilhar
Exibir comentários
Bar "Bandeira Bandeira" é pedida obrigatória em São Paulo para mulheres LBT
Bar "Bandeira Bandeira" é pedida obrigatória em São Paulo para mulheres LBT
Foto: Reprodução/Instagram/@bandeirabandeira/@camilasvenson/@camposbibis

No último ano, São Paulo foi eleito o melhor destino turístico para comunidade LGBTQIA+ "ViajaBi", vencendo as categorias "Destino Brasileiro", "Destino para Festa e Balada", "Viagem Cultural" e "Viagem Gastronômica". A extensa lista de opções, atreladas a maior Parada LGBT+ do mundo, torna a cidade realmente irresistível. 

  • O Terra é o veículo oficial da Parada SP, que tem cobertura patrocinada por Vivo, Amstel e L'Oreal

Mas entre tantas opções, escolher um programa pode ser um desafio, por isso preparamos doze lugares LGBTQIA+ para conhecer em São Paulo no esquenta da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo. Confira:

1 - Centro Cultural São Paulo (CCSP) + POC CON

O CCSP é conhecido como um dos maiores espaços culturais da cidade, com bibliotecas, cinema, teatro e exposições. Todas as atividades são gratuitas ou com preços acessíveis. Um dos destaques do centro cultural é o uso dos corredores e espaços abertos, sempre cheio de pessoas ensaiando coreografias de k-pop, funk, samba, entre outros ritmos. 

E como se não bastasse toda essa variedade, nos dias 31 de maio e 01 de junho o CCSP vai receber a POC CON, que vai contar com a presença de mais de 170 artistas, além de oficinas, rodas de conversa e concurso de cosplay. 

Endereço: Rua Vergueiro, 1000, Liberdade

2 - Largo do Arouche + Gaymada

Um dos espaços historicamente LGBTQIA+ da cidade foi palco de muita luta e resistência, hoje conta com agitada cena noturna com bares, restaurantes e baladas. Durante o dia a pedida é a Gaymada, uma competição para lá de animada e colorida da Queimada, conhecida também como Barra Bola, Carimba e Baleado pelo país, que rola no dia 01 de junho a partir das 14h. 

Endereço: Largo do Arouche

3 - Barra Funda + Bandeira Bandeira

Um dos bairros de ocupação LGBTQIA+ mais recentes, a Barra Funda se tornou o point queridinho da comunidade, em especial pela variedade de estabelecimentos que ocupam a Rua Barra Funda e seu entorno. São teatros, baladas e bares como o delicioso Bandeira Bandeira no número 81 da rua Sousa Lima que se dedica aos bons drinks para mulheres lésbicas, bissexuais e trans.

Endereço: Rua Barra Funda. 

4 - Museu da Diversidade Sexual 

Após ficar fechado por mais de um ano, o Museu da Diversidade Sexual reabriu na última quarta, 29, depois de uma expansão, de 100 para 540 metros quadrados e as exposições “Pajubá: a hora e a vez do close”, de média duração, e “Artes Dissidentes: o céu que brilha no chão”, de curta duração. Imperdível 

Endereço: Estação de metrô República (Linha Vermelha) 

5- Paulista + MASP

Além de palco da Parada, a icônica avenida conta com muitas opções de cultura e compras, um dos destaques é o Museu de Arte de São Paulo que em 2024 tem como tema de programação  "Histórias da diversidade LGBTQIA+" com as exposições "Francis Bacon: a beleza da carne", "Gran Fury: arte não é o bastante" e  "Mário de Andrade: duas vidas", entre outras atividades como oficinas e exibições visuais. 

Enderço: Avenida Paulista, 1578. 

6. Bixiga + Funilaria + Casa 1

Bairro tradicional da cidade de São Paulo conhecido por suas cantinas italianas e a escola de samba Vai-Vai, vem nos últimos anos ganhando as cores da bandeira LGBTQIA+ graças à espaços como a Funilaria, balada queridinha da comunidade e a Casa 1, um centro de acolhida e cultura que na sexta-feira, 31, estará de portas abertas para visitação. 

Endereço: Funilaria, R. Rui Barbosa, 572 e Casa 1, Rua Adoniran Barbosa, 151. 

7 - Pinheiros + VOID

O bairro de Pinheiros é reconhecido pela vida noturna com uma das maiores concentrações de bares e restaurantes de São Paulo. É por lá que está a VOID, loja conceito preferida por dez dos dez modernos da cidade. O espaço é ainda um bar e uma balada que conta de uma curadoria diversa e de qualidade. 

Endereço: R. Martim Carrasco, 56 - Pinheiros

8 - Memorial da Resistência 

Passeio obrigatório é também o Memorial da Resistência que fica dentro da Estação Pinacoteca e conta atualmente com a exposição "Mulheres em Luta", que retrata todo o trabalho de mulheres ao longo da ditadura brasileira pelos direitos humanos, incluindo a comunidade LGBTQIA+

Endereço: Largo General Osório, 66 - Santa Ifigênia,

9 - Cinemateca + Mostra Protagonismo Trans

Uma das construções mais lindas da cidade, a Cinemateca Brasileira passou por maus bocados nos últimos anos, mas retornou com tudo em 2023. Para o mês do orgulho exibe a mostra "Protagonismo Trans", com exibição de filmes como "Vera" (Sérgio Toledo, 1986), longa-metragem brasileiro considerado um dos primeiros a retratar a transmasculinidade, "O funeral das rosas" (Toshio Matsumoto, 1969), uma das obras fundamentais da Nouvelle Vague japonesa, e o recente "Bixa Travesty" (Kiko Goifman, Claudia Priscilla, 2018), que aborda a carreira e a vida privada da cantora Linn da Quebrada.

10 - Rua Augusta

É praticamente impossível falar sobre a vida noturna LGBTQIA+ de São Paulo sem falar sobre a Rua Augusta, conhecida por seus bares e baladas. Entre os destaques está a Blitz Haus, balada que conta com público jovem e a Eagle, casa dos ursos e de festas eróticas. Para quem quiser passear pela rua durante o dia, vale uma visita à Ugra, deliciosa loja de quadrinhos e zines. 

Endereço: Blitz Haus,. Augusta, 657, Eagle,  Augusta, 620 e Ugra, Augusta, 1371 - loja 116. 

11 - Liberdade + Cine Joia 

Reduto da cultura asiática na cidade, o bairro da liberdade, além de um lugar de grandes experiências gastronômicas, selfies e compras, conta com uma das baladas/casa de show mais interessante da cidade, o Cine Joia. Antigo cinema, durante o feriado da Parada vai sediar a VHS, a maior festa de pop do país, na sexta-feira, 31. 

Endereço: Praça Carlos Gomes, 82 - Liberdade

12 - Copan

O edifício símbolo da cidade, obra de Oscar Niemeyer conta com um grande público LGBTQIA+ em suas dependências, seja no despretensioso bar "Copanzinho", seja no chic bar de drinks "Fel" ou no clássico restaurante "Bar da Dona Onça". Durante o dia a pedida é passar algumas horas na livraria MegaFauna.

Endereço: Av. Ipiranga, 200 - Centro Histórico de São Paulo.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade