PUBLICIDADE

Homem é preso após matar e concretar corpo de companheira em São Paulo

Suspeito jogou cimento e cloro no corpo da vítima antes de escondê-lo em uma caixa

23 fev 2024 - 11h56
(atualizado às 12h11)
Compartilhar
Exibir comentários
Amanda Gaspar foi morta e concretada pelo companheiro
Amanda Gaspar foi morta e concretada pelo companheiro
Foto: Reprodução/Facebook

Um homem foi preso na noite de quarta-feira, 21, após matar e concretar o corpo da companheira, de 43 anos, na comunidade de Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo. O corpo da vítima, identificada como Amanda Gaspar dos Santos, foi encontrado dentro de uma caixa, e por cima dele havia cloro, cimento e água. O caso é investigado. 

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou ao Terra que o corpo da mulher  foi localizado por policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na noite de terça-feira, 20, dentro da casa onde vivia o casal, na Rua Itamotinga, na Vila Andrade. 

Conforme o Brasil Urgente, da Band TV, a Polícia chegou até o local após uma denúncia anônima. A vítima havia sido morta há três dias. O companheiro dela, também de 43, e que não teve a identidade revelada, foi preso temporariamente após confessar o crime.

O advogado do suspeito, Vicente da Silva, afirmou à emissora que seu cliente fez a mistura em cima do corpo para esconder o cheiro. A morte teria ocorrido enquanto o casal brigava e se agredia mutuamente.  

"Nunca pretendeu matá-la, era apenas uma agressão, mas culminou na morte. Não tinha intensão", disse. Ainda conforme a emissora, durante a discussão, Amanda bateu a nuca em uma cadeira, quando caiu ao levar socos e chutes. 

O suspeito escondeu o corpo por medo de ser julgado pelo "tribunal do crime", conforme a defesa. "Ele não tentou ocultar o cadáver da Justiça, mas da comunidade porque impera uma lei que marido que mata esposa não tem argumento", afirmou. Agora, equipes do DHPP investigam as circunstâncias da morte da mulher. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade