PUBLICIDADE

Ex-esposa de Daniel Alves publica suposta carta que recebeu dele

Seguidores compararam imagem com a de outra carta, escrita pelo jogador, para comprovar autoria

2 set 2023 - 11h32
Compartilhar
Exibir comentários
Daniel Alves e Joana Sanz
Daniel Alves e Joana Sanz
Foto: Reprodução/Redes sociais

A modelo Joana Sanz, ex-mulher do jogador de futebol Daniel Alves, publicou nas redes sociais uma carta, supostamente escrita pelo ex-marido. Ela pegou os fãs de surpresa com a publicação, feita nesta sexta-feira, 1º.

A carta diz que Joana é uma mulher forte por passar por um momento tão difícil. A pessoa que escreve diz também que a ama muito e que estará sempre com ela, e que juntos, são mais fortes. Há ainda agradecimentos pela resistência de Joana em meio ao caos.

Nas redes sociais, seguidores compararam a letra da carta com a letra de outro documento que Daniel Alves havia escrito, também para Joana, em março, quando ele foi acusado de abuso sexual por uma jovem. A conclusão foi que a escrita é, sim, do jogador.

Na legenda da publicação, que foi feita junto de um vídeo, a modelo escreveu: "Todo mundo sabe, todo mundo sabe, sabe uma mer**".

Carta publicada nas redes sociais por Joana Sanz, supostamente escrita por Daniel Alves
Carta publicada nas redes sociais por Joana Sanz, supostamente escrita por Daniel Alves
Foto: Reprodução/Instagram

Nos comentários da publicação, seguidores escreveram: "A letra é do Daniel", "Ele não desiste". Outra disse: "Carta de amor feita por ele".

A modelo pediu a separação de Daniel Alves após a prisão dele. O jogador foi acusado de estuprar uma jovem de 23 anos em dezembro de 2022.

Entenda o caso

Uma mulher de 23 anos denunciou Daniel Alves por ter sido estuprada pelo jogador. O caso aconteceu em 30 de dezembro de 2022, na casa noturna Sutton, em Barcelona, dentro de um banheiro.

O jogador mudou o seu depoimento à Justiça várias vezes. Por fim, ele confirmou que manteve relações sexuais com a jovem, porém, negou o estupro. Na primeira entrevista após ser preso, Daniel afirmou que "perdoa" a vítima e disse acreditar que a jovem o denunciou após receber um "mau conselho". 

Na Espanha, a Lei de Garantia da Liberdade Sexual na Espanha prevê penas entre 6 e 12 anos para crimes desta natureza. A expectativa é que o lateral seja julgado entre outubro e novembro deste ano, segundo a imprensa espanhola.

Joana Sanz antes de Daniel Alves: quem é a modelo Joana Sanz antes de Daniel Alves: quem é a modelo

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade