PUBLICIDADE

The First Descendant tem potencial, mas sofre com problemas técnicos

Jogo de tiro gratuito da Nexon tem potencial, mas é necessário corrigir problemas de desempenho nas plataformas

5 jul 2024 - 17h40
Compartilhar
Exibir comentários
The First Descendant é uma boa aposta no gênero looter shooter
The First Descendant é uma boa aposta no gênero looter shooter
Foto: Nexon / Reprodução

Tem mais looter shooter na área! The First Descendant, produzido e publicado pela sul-coreana NEXON, chegou aos consoles e computadores na última terça-feira (2). Com promessas de uma história expansiva, gráficos de ponta e centenas de horas de conteúdo gratuito, o jogo tem a faca e o queijo na mão para abocanhar uma legião de fãs, não é mesmo?

Bom, de um certo ponto de vista, sim! Mas, apesar do jogo ter várias boas ideias, alguns jogadores podem achar que ele não oferece nada de novo. Porém, será que isso é negativo?

Combate focado em heróis

Vamos ser sinceros, um dos pontos mais importantes em qualquer jogo de ação/tiro é o combate, e The First Descendant entrega um bom exemplo disso. No jogo, você tem a possibilidade de controlar diferentes heróis, carinhosamente apelidados de “descendentes”, onde cada um traz suas próprias habilidades, sejam elas passivas ou até mesmo ativas, dentro do combate.

No início, só é possível escolher dentre 3 descendentes, mas outros podem ser adquiridos ao completar missões dentro do jogo ou comprando na loja com o bom e velho cartão de crédito. Ao entrar em uma área de combate, dividida em setores de um mapa aberto, é possível aceitar diversas missões, que podem ser realizadas com outros jogadores por perto.

O combate é exatamente aquilo que se espera de um looter shooter, ou seja, batalhe contra ondas de inimigos, adquira novas armas, e prossiga para o próximo objetivo. Além disso, é possível utilizar um gancho para se aproximar de inimigos, providenciando velocidade no combate, e um visual maneiro para o jogador.

Pode parecer redundante a forma que explico o combate, mas não levem isso como um ponto negativo. Para alguém que só quer relaxar e disparar contra inimigos por alguns minutos, o combate em The First Descendant se mostrou acima da média, proporcionando um loop de jogabilidade no ponto certo para diversão.

Desempenho nada agradável

Áreas abertas com vários inimigos provocam quedas de quadros no PS5
Áreas abertas com vários inimigos provocam quedas de quadros no PS5
Foto: The First Descendant / Reprodução

Infelizmente, The First Descendant está sofrendo com problemas graves de desempenho. Minha jogatina foi feita exclusivamente no PlayStation 5, e mesmo com três modos diferentes - qualidade, balanceado e desempenho - eu pude notar diversos momentos onde o console não aguentava os diferentes elementos do jogo.

Em outros gêneros, esses problemas de desempenho até poderiam ser ignorados. No entanto, em um jogo de tiro, onde a precisão é crucial, acertar inimigos com quedas bruscas nos quadros serviu apenas para estragar a minha experiência. Eu não estou exagerando quando digo que o jogo beira o ponto de se tornar injogável em alguns momentos de mais intensidade, e isto é inaceitável.

Fica evidente que estes problemas se dão por conta da alta qualidade gráfica do jogo. Eu sei, parece ser ridículo reclamar de bons gráficos, mas nada adianta ter imagens quase realistas se o jogador se sente preso em uma apresentação de power point. É necessário que os desenvolvedores tragam atualizações no futuro para remediar este problema grave.

Conclusão

The First Descendant - Nota 7
The First Descendant - Nota 7
Foto: Game On / Divulgação

The First Descendant é uma boa oportunidade para aqueles que buscam um looter shooter divertido, bonito e com conteúdo. Porém, no estado atual, é necessário que a Nexon foque em otimizar o jogo nos consoles, principalmente no PlayStation 5. Já vimos muitos jogos serem descontinuados por muito menos, e seria uma pena ver algo com tanto potencial morrer desta forma.

Gratuito para jogar, The First Descendant está disponível para PC, PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One e Xbox Series X/S.

*Esta análise foi feita no PlayStation 5.

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade