PUBLICIDADE
Logo do Vasco

Vasco

Favoritar Time

Justiça concede liminar a favor do Vasco e tira controle do futebol da 777 Partners

Decisão suspende todos os efeitos do contrato de acionistas entre as partes

16 mai 2024 - 00h19
(atualizado às 00h35)
Compartilhar
Exibir comentários

A Justiça do Rio concedeu uma liminar em favor do Vasco associativo e determinou que a 777 Partners seja afastada do comando da SAF. Assinada pelo juiz Paulo Assed Estefan, a decisão suspendeu todos os efeitos e contratos de acionistas e investimentos firmados pela empresa americana. A informação foi publicada primeiramente pelo "O Globo e confirmada pelo Lance!

Foto: Lance!

Dentre os argumentos apresentados pelo juiz estão o atraso no cumprimento dos aportes e nas "operações estranhas" como os "empréstimos para empresas que não tem relação com os objetivos da SAF". Além disso, o magistrado também citou as notícias de insolvabilidade da 777 Partners. Confira abaixo.

- A par do atraso no cumprimento das obrigações financeiras, cabalmente demonstrado na

documentação apresentada, verifica-se na inicial, também a presença de operações estranhas e, ao menos em tese, prejudiciais, como, por exemplo, o aporte dos valores prometidos seguido de saque a título de empréstimo a empresa que não guarda relação com os objetivos da SAF.

-Em complemento, as notícias de insolvabilidade da primeira ré, consubstanciada, inclusive, por

declarações do seu próprio líder, mostra situação bem diversa daquela anunciada quando da realização do pacto. A empresa que prometera a salvação através de vultoso aporte de capital e recuperação da sede vascaína (Estádio de São Januário), hoje apresenta-se com situação financeira deficitária e incapaz de cumprir com aquele anúncio e pondo em risco a viabilidade da SAF, principalmente quando se foca no êxito futebolístico.

🚨 ENTENDA O CASO:

O Vasco associativo entrou na Justiça contra a 777, nesta quarta-feira (16), garantias da saúde financeira da SAF. O objetivo da ação é resguardar o Cruz-Maltino em caso de penhora das ações do clube. A diretoria da associação não está convencida que a empresa estadunidense vai conseguir manter os compromissos.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade