PUBLICIDADE
Logo do Vasco

Vasco

Favoritar Time

Ex-presidente do Vasco defende venda para 777 Partners

Jorge Salgado publica manifesto com detalhes da negociação com empresa americana

8 jun 2024 - 19h33
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Daniel Ramalho/Vasco - Legenda: Jorge Salgado defendeu a venda da SAF do Vasco para a 777 Partners - / Jogada10

Presidente responsável pela venda da SAF do Vasco para a 777 Partners, Jorge Salgado se manifestou sobre a possível criação de uma comissão para investigar a negociação. O ex-mandatário defendeu o acordo com a empresa americana e fez críticas ao atual presidente Pedrinho e seus aliados.

"As premissas básicas da negociação foram estabelecidas na largada, respeitando as características do Vasco (…) Iniciado o processo e realizadas conversas com alguns potenciais investidores, a 777 foi a única que aceitou as premissas básicas, avançou nas negociações e fez uma oferta concreta", disse Salgado.

O ex-presidente do Vasco também criticou a ação judicial em caráter liminar que tirou a 777 Partners do controle da SAF do Vasco. Jorge Salgado ressaltou que, em caso de inadimplência, as ações já compradas pela empresa americana não retornariam para o clube. Por fim, ele ainda lembrou que a investidora "passou pelo crivo" de todas jurisdições.

"Nesse caso, como eles já pagaram R$ 310 milhões (equivalente a 31% da participação de 70% negociada com o investidor), eles seriam diluídos a 31% após a emissão de novas ações da SAF subscritas pelo CRVG - que passaria a ter 69% de participação na SAF e, portanto, retomaria o controle da companhia", explicou.

Confira a nota completa:

"Vascaínos, tendo em vista a reunião do CD para discutir a criação de uma comissão para averiguar o processo que levou à parceria com a 777 Partners, decidi preparar um documento para esclarecer as principais dúvidas que estão chegando a mim e divulgá-lo nos meios de comunicação.

Trato, entre outros temas, do processo de busca pelo investidor, da avaliação da capacidade financeira da 777, dos conceitos do contrato, do meu empréstimo ao Vasco, da situação gerada pela judicialização do tema e os caminhos que imagino para o futuro.

Segue abaixo imagem da primeira página do documento, que já sendo disponibilizado, na íntegra, para os meios de comunicação. Vale a leitura."

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade