3 eventos ao vivo

Ex-nº 1 da França perde batalha contra doença e morre aos 43

1 ago 2017
19h00
atualizado às 20h10
  • separator
  • comentários

Três anos depois de ser diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA) e deixar o tênis, o ex-número um do tênis da França, Jérôme Golmard, morreu nesta terça-feira aos 43 anos. A informação foi confirmada pela Federação Francesa de Tênis (FFT).

Foto: Getty Images

Em 1999, Golmard venceu o ATP 250 de Dubai e o ATP 250 de Chennai. O bom desempenho naquele ano levaram o atleta à 22ª colocação no ranking mundial da modalidade.

Ele também representou seu país na Copa Davis. No ano seguinte, ganhou destaque por vencer o então número um do mundo, o norte-americano André Agassi, em Toronto. Jérôme ficou como número 1 do tênis francês por 14 semanas.

Após o diagnostico, o atleta deixou as quadras em janeiro de 2014. No mesmo ano, criou uma fundação sobre a ELA. Ele deixa dois filhos.

Golmard não é o primeiro tenista a perder a batalha contra a doença. O australiano Brad Drewett, ex-presidente da ATP, faleceu em 2013 com o mesmo diagnóstico. Angie Cunningham, vice-presidente da WTA, assim como o jogador australiano Peter Doohan, também foram vítimas da esclerose lateral.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade