PUBLICIDADE
AO VIVO
Chico César faz show repleto de hits ao vivo no Terraiá, o São João do Terra

Tênis

Bia Haddad perde para russa que veio do qualifying e é eliminada do Aberto da Austrália

Brasileira vê fim do sonho de conquistar um Grand Slam ao sofrer derrota para Maria Timofeeva por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 e 6/3

19 jan 2024 - 07h32
(atualizado às 08h16)
Compartilhar
Exibir comentários

Beatriz Haddad Maia se despediu da chave de simples do Aberto da Austrália. Nesta sexta-feira, a tenista número 1 do Brasil não conseguiu se impor diante da russa Maria Timofeeva, de 20 anos e 170ª do ranking da WTA, e foi derrotada por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (9/7) e 6/3, em 2h09min, em Melbourne, pela terceira rodada. Foi o melhor desempenho da brasileira no primeiro Grand Slam da temporada.

Com a eliminação, Bia desperdiça chance preciosa de ir longe no Aberto da Austrália, onde nunca conseguiu chegar à segunda semana. A brasileira poderia alcançar as quartas de final sem precisar enfrentar rivais do Top 10 pelo caminho. No entanto, jogou abaixo do esperado e acabou sendo eliminada por uma rival que precisou passar pelo qualifying (fase eliminatória anterior) para chegar à chave principal do torneio.

O resultado também mantém o tabu de não ter brasileiros na segunda semana do Major australiano na chave de simples na era aberta do tênis, que começou em 1968. Somente Maria Esther Bueno rompeu essa barreira em 1965, quando foi vice-campeã. Desde então, Gustavo Kuerten, Jaime Oncins e Marcos Hocevar foram eliminados na terceira rodada, como aconteceu com Bia nesta sexta.

Apesar da queda, Bia continua em Melbourne, onde agora foca suas atenções na chave de duplas, ao lado da americana Taylor Townsend. Juntas, elas foram campeãs em Adelaide na semana anterior ao Aberto da Austrália. Elas estão na segunda rodada.

Maria Timofeeva, por sua vez, comemorou alcançar as oitavas de final de um Grand Slam pela primeira vez na carreira. Ela se tornou a tenista de menor ranking a atingir tal fase no Aberto da Austrália desde 2017. Além disso, obteve sua primeira vitória sobre uma rival do Top 50 do ranking. Sua próxima adversária será a ucraniana Marta Kostyuk, que avançou ao derrotar a russa Elina Avanesya por 2/6, 6/4 e 6/4.

Nesta sexta, Bia entrou em quadra como favorita, não somente pelo ranking superior (12ª do mundo), mas também pela maior experiência. A brasileira começou melhor, obteve a primeira quebra de saque do jogo e abriu 3/0 no placar do primeiro set. Mas, aos poucos, deixou a russa "entrar" na partida.

Sem se impor, Bia viu Timofeeva ganhar confiança nas trocas de bola e empatar o duelo em 3/3. O jogo se manteve equilibrado até o tie-break, quando Bia desperdiçou um set point. A russa não perdeu sua chance e fechou a parcial.

Mais confiante, a jovem adversária dominou o segundo set, abrindo 3/0. Depois fez 5/1, praticamente encaminhando a vitória. Quando sacou para fechar o jogo, Timofeeva viu Bia esboçar reação. Tanto que a russa precisou de cinco match points para selar a vitória. Porém, a brasileira não resistiu e acabou mandando uma bola na rede, o que confirmou sua eliminação.

Bia terminou a partida sem nenhum ace e três duplas faltas, contra um ace e uma dupla falta da adversária. A brasileira anotou 18 bolas vencedoras, diante de 20 de Timofeeva. E cometeu 35 erros não forçados, contra 31 da jovem rival russa.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade