1 evento ao vivo

Diniz sobre Lanús não jogar há 7 meses: "Estávamos cansados, e o Lanús descansado"

28 out 2020
22h05
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O técnico Fernando Diniz preferiu analisar a derrota para o Lanús, nesta quarta-feira, por 3 a 2, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana, de uma maneira diferente. Enquanto parte da torcida e imprensa criticou o São Paulo pelo resultado adverso contra uma equipe que não jogava oficialmente havia sete meses, o comandante tricolor preferiu apontar o cansaço de sua equipe, que duelou com um adversário "fresco", embora, teoricamente, sem ritmo.

"A gente pode falar que estamos em uma sequência muito carregada de jogos. Estávamos cansados, e o Lanús descansado. Depende do contexto. O motivo da derrota foram erros que não poderíamos ter cometido, principalmente na bola parada", afirmou Diniz, se referindo a sequência de jogos contra o Grêmio (Brasileirão), Binacional (Libertadores), Fortaleza (Copa do Brasil), Lanús (Copa Sul-Americana), Flamengo (Brasileirão) e Lanús (Copa Sul-americana).

Apesar da derrota, o São Paulo teve diversas oportunidades para ampliar quando o jogo ainda estava empatado. Com um bom desempenho no segundo tempo, o time chegou a dominar o Lanús, mas não foi eficiente para garantir o resultado.

"Colocamos duas bolas na trave, tivemos um gol anulado questionável, tivemos uma expulsão que era para ter sido dada para o número 16 do Lanús [Facundo Pérez]. Não estamos contentes com o resultado na partida, mas acho que a gente tem evoluído. Precisamos melhorar no que diz respeito a tomar gols. Temos levado um número elevado de gols", prosseguiu.

De fato, o São Paulo não vem conseguindo resolver sua inconsistência na defesa. Nos dois jogos contra o Fortaleza pelas oitavas de final da Copa do Brasil, a equipe sofreu cinco gols. Nesta quarta-feira, em sua estreia na Sul-Americana, levou mais três do Lanús.  Sem contar os quatro gols contra a LDU, em Quito, e os quatro gols para o River Plate e os únicos três gols marcados pelo Binacional na atual edição da Libertadores.

Agora, o Tricolor volta o foco para mais um duelo decisivo, desta vez pelo Campeonato Brasileiro, contra o Flamengo, domingo, no Maracanã. Em um confronto direto pelas primeiras colocações da tabela, a equipe comandada por Fernando Diniz terá de mostrar uma reação para evitar com que a pressão, amenizada nas últimas semanas, volte a tumultuar o ambiente são-paulino.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade