PUBLICIDADE
Logo do Santos

Santos

Favoritar Time

Carille exalta comemoração da torcida do Santos: 'Que festa linda'

Santos venceu o São Bernardo e Carille festeja liderança do Grupo A, mas ainda quer a primeira colocação geral

25 fev 2024 - 15h13
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação/Santos FC - Legenda: Santos venceu o São Bernardo, por 2 a 1 / Jogada10

O Santos venceu o São Bernardo, por 2 a 1, na manhã deste domingo (25/2), no Morumbis, pelo Campeonato Paulista. Assim, o técnico Fábio Carille comemorou o triunfo e salientou a festa feita pela torcida santista.

"São 30 pontos disputados, fazendo 22, liderança provisória. Contra uma equipe que está há muito tempo em um mesmo trabalho, trabalho bom, revelou atletas. Teve o calor, as surpresas do jogo, a última parada, na sequência o João sente, vamos ficar por um ponto ou arriscar mais? Era um momento perigoso. Estou feliz", ressaltou o treinador.

Além disso, ele também falou sobre a festa da torcida que lotou a arquibancada do Morumbis, com mais de 50 mil santistas.

"Que coisa linda essa festa. Não me lembro do último jogo em que trabalhei com mais de 50 mil pessoas. A torcida comprou a ideia. Briga pra ingresso. Que festa bonita. Eu, como profissional, é emocionante participar", acrescentou.

Novas experiências nos momentos certos

O Santos está na liderança do Grupo A, com 22 pontos. Aliás, sobre a utilização de atletas que buscam mais espaço, Carille afirmou que é preciso fazer novas experiências, mas tudo terá seu momento certo.

"Vai depender muito das oportunidades e do momento. Estamos classificados, mas queremos ficar em primeiro geral. O momento é de experiências, mas com cautela. Conheço os atletas, sei do potencial do Patati, não tinha ideia de trazer para o jogo, mas resolvi de última hora. É criado no Santos", confirmou.

Carille fala de Giuliano

Algo que chamou atenção na escalação do Santos foi a ausência de Giuliano. Carille explicou que tudo teve conversa, o meia quis acompanhar a delegação até o Morumbis. Todavia, sabia que não seria acionado.

"Ele quis vir com o grupo, ficar junto, participar da festa, sentir o calor do torcedor, ele participou dos treinos essa semana, ainda falta um pouco mais, estamos num momento em que não precisamos correr riscos. Ele veio conversar, achamos melhorar segurar, está no processo final", finalizou.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade