0

Felipe Melo admite ano abaixo e entende protestos: "Torcedor age na emoção"

1 dez 2019
19h06
atualizado às 21h01
  • separator
  • 0
  • comentários

O Palmeiras sofreu a terceira derrota consecutiva neste domingo. Dentro de casa, no Allianz Parque, a equipe de Mano Menezes foi dominado pelo Flamengo, chegou a estar perdendo por 3 a 0 no começo do segundo tempo, mas equilibrou a partida e diminuiu nos minutos finais.

Felipe Melo não jogava desde o dia dois de novembro (Foto: Divulgação/SEP)
Felipe Melo não jogava desde o dia dois de novembro (Foto: Divulgação/SEP)
Foto: Gazeta Esportiva

Quando o Flamengo vencia por três gols de vantagem, a torcida alviverde não escondeu sua insatisfação e atirou cadeiras no gramado. Mano Menezes, a diretoria e os jogadores também foram alvos de protestos enquanto a partida acontecia. De volta após quase dois meses fora de combate, Felipe Melo comentou a atitude dos torcedores.

"A gente joga num clube gigante. A pressão é para que se vençam campeonatos, sobretudo porque nos últimos anos temos conquistado títulos. Tem que entender, faz parte, o futebol é dessa maneira. O torcedor age na emoção. Faltam dois jogos. Temos que entender que não foi uma temporada como esperávamos", disse à Rede Globo.

"Esperávamos conquistar alguns títulos, mas não conquistamos. Hoje, jogamos contra o melhor time da América do Sul, o atual campeão. Não acho injusta a cobrança. A gente joga no Palmeiras e o Palmeiras é gigante", completou.

Com o resultado, o Palmeiras chegou ao quinto jogo sem vitória, segue na terceira posição, com 68 pontos, e não tem mais Mano Menezes como treinador. O embate ainda marcou a despedida do clube de sua casa no ano, uma vez que o próximo compromisso, contra o Goiás, será realizado no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, às 19h15 (de Brasília) desta quinta-feira.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade