PUBLICIDADE

Namorado de Taylor Swift, Travis Kelce fica furioso no Super Bowl e agarra treinador; assista

Jogador se irritou após bola perdida e foi para cima de Andy Reid, técnico de 65 anos

11 fev 2024 - 23h44
(atualizado às 23h51)
Compartilhar
Exibir comentários

Travis Kelce, tight end do Kansas City Chiefs e conhecido também por namorar a cantora Taylor Swift, teve um ataque de fúria durante o duelo com o San Francisco 49ers, pelo Super Bowl, neste domingo, e agarrou o braço do seu próprio treinador, Andy Reid, quase derrubando-o no chão. O jogador estava exaltado e gritou com o técnico de 65 anos, conforme mostrou a transmissão televisava da grande final da NFL.

O episódio ocorreu após o running back dos Chiefes, Isiah Pacheco, perder a bola. De acordo com o canal CBS Sports, Kelce ficou irritado porque não estava no campo durante a jogada e abordou Reid, em meio a xingamentos, para defender que deveria ter continuado na partida. Tudo foi observado por Taylor Swift das arquibancadas do Allegiant Stadium, em Las Vegas.

A presença da estrela pop de 34 anos nas arquibancadas chamou a atenção nos jogos dos Chiefs. Enquanto fica na torcida pelo jogador, Taylor traz consigo uma legião de fãs que não conhece o futebol americano, mas acompanha todos os momentos da vida da cantora.

Antes mesmo de conquistar o coração de Swift, Kelce já teve seu nome envolvido em diversas notícias da NFL. Sua reputação o precede. Escolhido pelos Chiefs na terceira rodada do draft de 2013, o atleta soma dois Super Bowls pelo seu time. Nas duas ocasiões, anotou um touchdown por recepção. As jogadas ajudaram na conquista dos títulos.

Sua fama também tem seus deméritos. Recentemente, Kelce foi eleito o jogador mais irritante do Super Bowl. A pesquisa foi feita pelo site Sportshandle e contou com 2.036 pessoas nos EUA, entre os dias 29 e 30 de janeiro, através do Research Without Barriers. Duas perguntas foram feitas aos fãs do esporte da bola oval: quem seria o campeão e qual atleta é o mais irritante dos elencos de Chiefs e 49ers.

Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade