PUBLICIDADE

Do Jiu-Jitsu às campanhas alternativas, NetBet cresce em um mercado que ainda se estabelece

Com trabalho solidário e uma nova "roupagem" em seu sistema, a NetBet se consolidou em campanhas alternativas e outras tradicionais, tendo o público brasileiro como alvo

30 dez 2021 13h45
ver comentários
Publicidade

O engenheiro especializado em finanças, Helio Beltrão, tratou recentemente (22) no jornal Folha de S.Paulo sobre como o mercado em crescimento de apostas (incluindo a NetBet) anda fortemente envolvido em eventos de lutas e Futebol no país, e está sendo visto com urgência pelo governo para a aprovação de taxações para arrecadação.

NetBet vem investindo forte no mercado do Jiu-Jitsu (Foto: Divulgação BJJ Stars)
NetBet vem investindo forte no mercado do Jiu-Jitsu (Foto: Divulgação BJJ Stars)
Foto: Lance!

- Em 2018, a lei 13.756 legalizou as apostas esportivas (mais dependentes de habilidade do que sorte), nas quais o apostador sabe no momento da aposta quanto vai ganhar (quota fixa). É a modalidade que mais cresce no mundo, impulsionada por apostas online. No Brasil, um país apaixonado por Futebol, as apostas em sites como bet365, SportingBet, galera.bet, NetBet e outros têm crescido substancialmente - comentou Helio.

E é nesse cenário em que a citada NetBet, pioneira de parcerias em seu segmento no Jiu-Jitsu, Basquete e Futebol no Brasil, se destacou. Em um resultado divulgado por sua assessoria de imprensa, a principal parceira em 2021 do evento BJJ Stars - organizado por Fepa Lopes e o ex-UFC Giovani Becker - ressaltou que ao completar duas décadas de existência, a NetBet duplicou e triplicou seus resultados em acessos e uso de seções específicas em sua plataforma, respectivamente, em comparação ao ano passado.

Campanhas diversificadas no decorrer do ano

A assessoria da NetBet comentou sobre os resultados: - O que temos vai além de patrocínios e muita exposição. Pode-se afirmar que boas escolhas internas e de liderança estão trazendo a casa de apostas cada vez mais ao topo neste segmento - se pronunciou.

Além do Jiu-Jitsu, 2021 foi marcado no Futebol pela NetBet com o investimento em um time antes Série B como o Red Bull Bragantino que hoje, na Série A do Brasileirão, chegou à final da Copa Sul-Americana demonstrando uma visão diferenciada e promissora do clube, após a aquisição do mesmo pela marca Red Bull. Também houve uma publicidade com o ex-futebolista Zé Roberto.

Seguindo as campanhas, a NetBet fez presença no esporte a motor com o Ferrari Challenge e levou seus clientes ao GP de Fórmula 1. Sites especializados como o TipsPro marcaram a casa a melhor em apostas esportivas do Brasil.

O ex-presidente do UFC também citou a NetBet em uma declaração recente: - A NetBet é uma plataforma de apostas incrível que claramente apoia o esporte e está crescendo bastante no Brasil. Ela se torna cada vez mais relevante dentro de um mercado que cresce muito atualmente, que é o de apostas esportivas. Eles trouxeram as apostas do Jiu-Jitsu pra dentro da NetBet, que é um esporte que tem milhões de praticantes, então é uma empresa que teve bastante visão nesta iniciativa - disse Giovani.

A assessoria da NetBet ainda trouxe um complemento a respeito dessa visão diferenciada, que é responsável pelo pódio da empresa em pesquisas relacionadas no assunto: - A NetBet se comunica com os brasileiros da forma que eles precisam. Antes de tudo, mesmo chegando primeiro no Futebol e em outras modalidades, creio que fomos muito atenciosos na forma como nos aproximamos, como seríamos uma novidade em todos os âmbitos por aqui.

Com trabalho solidário e uma nova "roupagem" em seu sistema, a NetBet se consolidou em campanhas alternativas e outras tradicionais, tendo o público brasileiro como um de seus maiores percentuais em números hoje.

O futuro do mercado

Na matéria da Folha de S.Paulo é citado que este mercado é uma saudável competição ao governo, que há tempos detém o monopólio de loterias. Em boa parte dos países, jogos pagadores de prêmios que dependem exclusivamente da sorte tendem a ser monopolizados pelo Estado. Por outro lado, aqueles que dependem de algum conhecimento de mercado ou habilidade, tendem a ser explorados comercialmente, como apostas no mercado de esporte ou pôquer.

Uma das maiores preocupações na discussão sobre o tema está em torno dos jogos não serem adequadamente regulamentados para que os devidos impostos sejam arrecadados ao governo.

Pessoas a favor e contra no congresso usam argumentos diversificados para tratar quais tipos de jogos devem ou não ser legalizados. Em uma visão externa, Daniel Kahneman, psicólogo e vencedor do Prêmio Nobel de Economia, afirmou que o setor de fundos de ações "é sustentado majoritariamente por uma ilusão de habilidade", e que as evidências de muitas décadas de pesquisa comprovam que "a seleção das ações é mais parecida com o lançar de dados do que com pôquer".

De acordo com a assessoria da NetBet, "seguindo boas práticas internacionais", a tendência é de que serviços como os de apostas esportivas se estabeleçam, assim como já funcionam habitualmente na Europa, por exemplo.

Lance!
Publicidade
Publicidade