PUBLICIDADE

Lutas

Acionistas querem impedir fusão entre UFC e WWE; entenda o motivo

Organização surgida da fusão entre UFC e WWE se vê alvo de processo de acionistas

29 nov 2023 - 00h04
(atualizado às 00h13)
Compartilhar
Exibir comentários
Wrestlemania
Wrestlemania
Foto: Divulgação/WWE / Esporte News Mundo

A fusão dentre o UFC e a WWE, criando a TKO Holdings para administrar as principais organizações de lutas do mundo, pode ser contestada judicialmente. No caso, um grupo de acionistas da entidade de pro wrestling que questionam a negociação entre as duas empresas.,

Segundo o site MMAFighting, tal grupo, que seria ligado a um fundo de pensão do estado de Ohio (EUA), entrou com uma ação na Justiça contra o principal dirigente da WWE, Vince McMahon e outros executivos da empresa pela acusação de 'abusar de sua personalidade' para, na visão destes 'usar de sua própria agenda às custas dos outros acionistas'.

Tal acusação se basearia na negociação que fez com que a WWE fosse adquirida pela Endeavor, que também é dona do UFC. Apontando a 'longa amizade' entre McMahon e o presidente do conglomerado midiático, Ari Emanuel, a ação cita que o dirigente da organização de pro wrestling e mais seis pessoas desta teriam feito 'manobras' para favorecer a oferta da empresa ao invés de outras que teriam oferecido 'propostas melhores'.

Na ação, a decisão da venda da WWE teria sido feito para que o comprador 'não afastasse' McMahon da direção da empresa. Tal justificativa cita um escândalo recente que envolveu o chefão da entidade, no qual este foi acusado de assédio e abuso sexual, por conta destes sendo afastado por um período de seis meses e tendo de pagar milhões em acordos para se livrar das queixas,

Siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Com a negociação, segundo o processo, o dirigente da organização de luta-livre queria achar um modo de vencer a empresa sem que futuros compradores 'tomassem quaisquer medidas para o afastar de posições de poder', além de 'manter o controle da empresa mesmo sendo alvo de investigação' por conta do caso,

Como Vince McMahon passou a se tornar um dos integrantes da TKO com a fusão de seu evento com o UFC, os integrantes do fundo de pensão acreditam que Emanuel foi 'apontado' para que sua empresa comprasse a WWE e o mantivesse em um cargo de poder e afastar qualquer oferta que evitasse medidas para o tirar deste posto.,

Até o momento, a ação não foi alvo de qualquer comentário feito pela TKO e seus principais executivos.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade