0

Veja cinco curiosidades do clássico entre Real e Atlético de Madrid

Atlético e Real medem forças neste domingo (07), às 12h15 (de Brasília), em clássico que movimenta a 26ª rodada da LaLiga Santander, no Wanda Metropolitano

4 mar 2021
14h57
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
(Foto: OSCAR DEL POZO / AFP)
(Foto: OSCAR DEL POZO / AFP)
Foto: Lance!

A cidade de Madrid tem dois dos melhores times do futebol espanhol e europeu, em função da história, pelo que a rivalidade na capital se tornou nos últimos anos e, pela paixão e o fascínio que este jogo desperta. É muita história, mas aqui estão cinco coisas que você talvez não saiba sobre o encontro.

1 - O ATLÉTICO FOI FUNDADO EM RESPOSTA AO REAL MADRID

Um grupo de estudantes bascos residentes em Madrid participaram da primeira final da Copa do Rei em 1903, entre o Athletic Club de Bilbao e o Madrid FC, time que se tornaria mais tarde o Real Madrid. Eles não gostaram da forma como o Madrid FC jogou e 18 dias depois criaram uma subsidiária do Atlético de Madrid, que viria a ser o clube atual.

2 - O ATLÉTICO DE MADRID CHEGOU A FICAR 14 ANOS SEM VENCER O REAL

Entre 1999 e 2013, o clássico foi um inferno para o Atlético de Madrid. O time não vencia há 25 jogos, até que a chegada de Diego Simeone mudou tudo. Desde aquela vitória, na final da Copa do Rei da equipe vermelha e branca, o equilíbrio do Dérbi mudou: eles venceram nove dos 30 clássicos disputados em todas as competições, empataram 10 e perderam 11. O saldo na LaLiga Santander é de quatro vitórias e quatro derrotas em 15 duelos.

3 - NO PASSADO, ERA O ATLÉTICO QUE COMEMORAVA OS TÍTULOS NA PRAÇA DE CIBELES

Na década de 70, na Espanha, os primeiros torcedores começaram a sentir a necessidade de comparecer para comemorar os títulos de seus times com seus 'irmãos do futebol'. A Fonte de Cibeles, localizada no centro de Madrid, foi um ponto de encontro ideal para este tipo de aglomeração. E acredita-se que os torcedores do Atlético foram os primeiros a visitarem o local quando os Colchoneros conquistaram o título da LaLiga em 1977. Assim, por pura imitação, toda vez que havia uma festa do futebol, a Fonte de Cibeles era o principal encontro da cidade, incluindo as conquistas da seleção espanhola e, também do Real Madrid durante a época dourada do La Quinta del Buitre nos anos 80. Quando o Atlético voltou a erguer uma taça em 1991 (Copa do Rei), a torcida colchonera decidiu mudar de lugar para celebrar e foi para a Fonte de Neptuno, ao invés da Fonte de Cibeles, a apenas 600 metros do Paso de la Castellana, para criar uma distinção clara em relação ao Real Madrid, que tradicionalmente celebra suas conquistas na Cibeles.

Casemiro marcou contra o Atleti em dezembro (Foto: AFP)
Casemiro marcou contra o Atleti em dezembro (Foto: AFP)
Foto: Lance!

4 - O DÉRBI DE MADRID CHEGOU A SER MAIS IMPORTANTE QUE O 'EL CLÁSICO'

Hoje, o principal rival do Real Madrid é o Barcelona, mas o clássico da capital foi muito mais importante nas primeiras duas décadas após o final da Guerra Civil Espanhola em 1939. Como o grande Alfredo Di Stéfano disse uma vez: "Esqueça o Barcelona, o time que pode nos frustrar é o Atlético".

5 - NOVE TÍTULOS DO ATLÉTICO NA COPA DO REI FORAM NO BERNABÉU

O Santiago Bernabéu do Real Madrid é, curiosamente, um lugar muito especial para a torcida do Atlético de Madrid. Os Colchoneros venceram a Copa do Rei 10 vezes, das quais nove foram no estádio do rival. Dos 10 triunfos na final da Copa, apenas a vitória de 1996 sobre o FC Barcelona aconteceu em um local diferente: La Romareda, do Real Zaragoza.

Veja também:

LANCE! mostra 20 feras sul-americanas que valem investimento
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade