1 evento ao vivo

Processo que acusa Cristiano Ronaldo de estupro vai continuar, diz site

Segundo o portal TMZ Sports, jogador da Juventus terá que ir ao tribunal para se defender sobre a acusação. Advogados já enviaram um novo documento com 46 páginas

15 jun 2019
14h08
  • separator
  • 0
  • comentários

O processo, que acusa o atacante da Juventus e de Portugal, Cristiano Ronaldo de estupro, vai continuar. Segundo o portal TMZ Sports, o jogador foi notificado pelo tribunal, neste sábado, para seguir no caso. A defesa do atleta já apresentou um novo documento de 46 páginas que, provavelmente, irá ser usado para a defesa de CR7.

Cristiano Ronaldo terá que apresentar provas no caso (Foto: Reprodução)
Cristiano Ronaldo terá que apresentar provas no caso (Foto: Reprodução)
Foto: Lance!

A última informação foi de que a suposta vítima, Kathryn Mayorga, tinha desistido da queixa no tribunal estadual de Nevada em Las Vegas. No entanto, mais tarde ficou esclarecido, que o processo tinha sido transferido para o tribunal federal, de forma a que as comunicações com os advogados de Cristiano Ronaldo fossem mais facilitadas.

O CASO

O suposto crime teria sido cometido em 12 de junho de 2009, no hotel Palms, em Las Vegas, mas o processo foi aberto aberto somente em setembro de 2018, com base na apresentação de um documento em que Cristiano Ronaldo teria feito um acordo para manter o silêncio de Mayorga em troca de US$ 375 mil.

Cristiano teria pedido para que a jovem fizesse sexo oral com ele. Após receber uma resposta negativa, teria a levado para um quarto e a estuprado, enquanto ela gritava "Não, não, não". A acusação ainda diz que o jogador apenas pediu desculpas após o ato e, na sequência, ofereceu US$ 375 mil pelo silêncio de Kathryn - que teria assinado um contrato para receber o valor.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade