2 eventos ao vivo

Pogba admite salto alto na Euro-16: veja quais franceses jogaram a final

Derrota em casa na competição da Europa há dois virou lição para a França: discurso é claro desde o apito final da vitória sobre a Bélgica. 'Agora estamos concentrados', diz Pogba

12 jul 2018
09h09
atualizado às 10h45
  • separator
  • comentários

Finalista da Copa do Mundo após 12 anos, a França voltou a trabalhar nesta quinta, em sua concentração nos arredores de Moscou, após um dia de folga. Quem apareceu para falar com os jornalistas foram o herói da classificação para a decisão, Samuel Umtiti, e o astro Paul Pogba. A derrota na final da Eurocopa de 2016, em casa, para Portugal, é algo que definitivamente virou lição para que os franceses não percam da Croácia no domingo, no Lujniki.

Pogba , batendo no peito, foi um dos que mais festejou a classificação na terça (Foto: AFP/FRANCK FIFE)
Pogba , batendo no peito, foi um dos que mais festejou a classificação na terça (Foto: AFP/FRANCK FIFE)
Foto: LANCE!

Pogba admitiu que a França entrou em campo com soberba diante dos portugueses. Desde o apito final na vitória por 1 a 0 sobre a Bélgica, na terça, o técnico Didier Deschamps e os jogadores têm contido a euforia justamente por lembrar da frustração que foi perder a competição europeia na França.

- Nós pensávamos que já estava feito após vencer a Alemanha na Eurocopa. A gente pensou que Portugal estava derrotado antes do jogo. Desta vez nós estamos todos concentrados para não errar de novo. Ficamos felizes por nossa campanha, mas não ganhamos a Copa do Mundo - disse Pogba.

Os franceses venceram a Alemanha por 2 a 0 na semifinal, em Marselha. Na final, em Paris, perderam por 1 a 0, na prorrogação, para Portugal. Dos principais jogadores do elenco na Copa do Mundo de 2018, foram titulares naquela final: Lloris, Umtiti, Matuidi, Pogba, Griezzmann e Giroud.

- A gente sabe o que fez de errado naquele jogo e o que deve ser feito agora, nós conversamos. Há muita seriedade no nosso grupo - afirmou Umtiti, que fez de cabeça, no segundo tempo, o gol contra a Bélgica.

O time titular que perdeu para Portugal foi: Lloris, Koscielny, Umtiti e Evra; Payet, Matuidi, Pogba e Sissoko; Griezmann e Giroud. Kanté, um dos destaques da França na Copa do Mundo, ficou no banco e não entrou. A 11 minutos do fim da prorrogação, Éder acertou um chutaço e deu o título aos portugueses.

França e Croácia decidem o Mundial neste domingo, às 12h de Brasília, no estádio Lujniki, com capacidade para quase 80 mil pessoas, em Moscou. Os franceses jogam uma final pela terceira vez (campeões em 1998 e vices em 2006). Os croatas, semifinalistas em 1998, quando perderam justamente para a França (2 a 1), já conseguiram a melhor campanha da história do país.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade