1 evento ao vivo

Leticia Bufoni lembra castigo do pai para deixar skate de lado: 'Foi a maior decepção da minha vida'

Apesar disso, a skatista que vai representar o Brasil em Tóquio afirmou que o pai mudou de opinião e passou a ser um dos maiores incentivadores da carreira

17 out 2020
15h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Uma das maiores skatistas da atualidade, Leticia Bufoni irá representar o Brasil nas Olímpiadas de Tóquio, que serão realizadas em 2021 devido a pandemia de Covid-19. Mas isso quase não foi possível graças a um castigo do pai que serrou o skate da filha quando ela ainda era criança, em uma tentativa de fazer com que ela largasse o esporte.

Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram
Foto: Lance!

- Meu pai odiava porque eu era a única menina. Ele achava que eu tinha de ficar em casa brincando de boneca com minhas irmãs mais velhas. Ele me colocou de castigo várias vezes, mas eu costumava fugir. Até que um dia ele ficou tão bravo que serrou meu skate ao meio. Foi a maior decepção da minha vida, fiquei arrasada - relembrou, em entrevista à revista 'Vogue'.

Apesar disso, Leticia conseguiu montar um novo skate e o pai viu que não tinha mais o que fazer e decidiu apoiar o sonho da filha.

- Aí, meu pai viu o que fiz e disse 'não vai ter jeito, né?'. Depois deste dia ele passou a me apoiar muito. Foi meu pai quem me levou para uma pista de skate e, também, para o meu primeiro campeonato. (...) Se não fosse por ele eu nem sei se estaria aqui hoje - completou.

Veja também:

Relembre goleadas marcantes na história do futebol
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade