0

Galo apresenta Maílton, outra jovem aposta para a lateral-direita

O clube alvinegro comprou 50% dos seus direitos e fechou com o jogador ainda em 2019. O seu contrato é válido até dezembro de 2022.

14 jan 2020
19h14
  • separator
  • 0
  • comentários

O Atlético-MG apresentou o lateral-direito Maílton, de 21 anos, que foi o primeiro nome confirmado oficialmente como reforço do clube para 2020, vindo do Mirassol, mas que esteve no Operário-PR na Série B de 2019.

O Galo aposta mais uma vez, assim como fez em 2018 e 2019, em um jovem lateral-direito com potencial para uso imediato do clube e venda futura, casos de Emerson, comprado pelo Barcelona, e Guga, que já teve sondagens de gigantes como o Flamengo.

Maílton terá espaço para mostrar serviço, já que Guga está na seleção olímpica para a disputa de uma vaga nos Jogos de Tóquio, O lateral comentou que Guga e Emerson podem ser uma inspiração na sua trajetória em Minas Gerais.

- Seria uma honra para mim traçar as mesmas metas que eles. Chegar à Seleção é um objetivo. Espero chegar lá jogando pelo Atlético e ter as mesmas oportunidades que eles tiveram - disse Maílton.

Maílton se descreveu como um lateral ofensivo como principal característica, mas sem deixar o lado defensivo de lado. Na Série B do ano passado, em 28 jogos pelo Operário, fez quatro gols.

-Sou um lateral mais ofensivo. Tenho facilidade de chegar na linha de fundo. Mas não desejo na parte da marcação. Quero ajudar o Atlético- explicou.

O contrato do jovem lateral vai até dezembro de 2022 e terá no atual elenco, além de Guga, o veterano Patric como concorrentes pela posição na direita e ainda pode ser improvisado na esquerda.

-Quero trabalhar no dia a dia para ter oportunidade e ter sequência. Para tal, ele se coloca à disposição para atuar também na lateral esquerda.
O diretor de futebol do Galo, Rui Costa comentou sobre a nova contratação alvinegra.

-Gosto de deixar claro que quando um atleta decide vir para cá, isso tem muito peso para nós. Fazer parte do nosso projeto, num mercado agressivo, tem bastante relevância. Ele disse nas conversas da importância de estar aqui, vestindo essa camisa - disse Rui Costa.

Maílton tem dois padrinhos fortes no futebol: o zagueiro Miranda, ex-Inter de Milão, e o lateral/meia do São Paulo, Daniel Alves, que o acompanha de perto.

- A vinda para o Atlético foi uma escolha muito bem feita por mim e pelos meus empresários. Desde que as negociações começaram, eu deixei bem claro a minha vontade de estar aqui. Estar dividindo vestiário com grandes nomes do futebol aqui no Atlético é uma honra.

O Atlético-MG adquiriu 50% dos direitos de Maílton por 300 mil euros (R$ 1,4 milhão), com o time mineiro tendo o de comprar mais 20% do atleta por 200 mil euros.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade