0

Fora da Espanha e futuro no Real Madrid: o que esperar de Lopetegui?

Técnico, demitido pela federação espanhola após acerto com Merengues, terá a missão de substituir Zidane. Estilo tranquilo e de apostas na base foram diferenciais para ida ao Real

13 jun 2018
07h02
atualizado às 08h37
  • separator
  • comentários

O cargo de técnico mais desejado do mundo não está mais vago. O Real Madrid anunciou na terça-feira (11) que Julen Lopetegui, atual treinador da seleção espanhola, assumirá o clube após a Copa do Mundo. Ele terá a missão de dar sequência ao trabalho de Zinedine Zidane, que conquistou três títulos de Liga dos Campeões com a equipe madrilenha. Nesta quarta-feira, a federação espanhola anunciou a demissão do técnico, que não comandará mais a Fúria no Mundial. O LANCE! apresenta o novo treinador do Real Madrid e conta o que é possível esperar para as próximas temporadas dele à frente dos Merengues.

Aos 51 anos, Lopetegui tem estilo diferente ao de Zidane, principalmente no que diz respeito as suas ideias de jogo. Enquanto o francês privilegiava os contra golpes e o jogo vertical, o espanhol montou trabalhos focados na posse de bola e no ataque posicional. Antes de chegar na seleção principal da Espanha, ele treinou as categorias de base sub-19 e sub-21. Trabalhar com jovens atletas é uma de suas principais características.

Foram por suas mãos que surgiram jogadores como De Gea, Marco Asensio e Lucas Vázquez, todos convocados para disputar a Copa do Mundo da Rússia. O meia Isco, outro que despontou graças ao treinador, deve ser o mais afetado positivamente pela sua chegada: após ganhar papel de destaque na seleção espanhola, o mesmo deve ser repetir no clube madrilenho.

O acerto com o Real Madrid gerou polêmica por ser anunciado a dois dias da estreia da Espanha na Copa do Mundo. A ação não foi bem vista pelo presidente por Luis Rubiales, presidente da federação espanhola, pois Lopetegui havia renovado até 2020 para dirigir a equipe na próxima Eurocopa. A postura de sua saída também vai de encontro com as de Luis Aragonés (2008) e Vicente Del Bosque (2016).

- Creio que não foi um momento oportuno para se anunciar, faltando apenas dois dias para a estreia na Copa do Mundo. Não foi uma boa hora para fazer esse movimento - afirma o jornalista Juan Castro, chefe de futebol internacional do Diário Marca.

Outro ponto que gerou questionamentos foi a aberta admiração do treinador por Lionel Messi, do Barcelona. Lopetegui deu entrevista afirmando que o argentino é "o melhor jogador da história" e que "dificilmente surgirá outro como ele". Agora, treinará Cristiano Ronaldo, o jogador com mais rivalidade ao atleta e no clube rival ao Barcelona.

Estilo calmo, respeito e aposta na base: as características de Lopetegui

Os estilos de Zidane e Lopetegui se assemelham na maneira de interagir com o elenco: os dois são conhecidos pela tranquilidade, pelo modo de conseguir passar a informação aos jogadores e principalmente pelo respeito que adquirem dentro do vestiário. Não há dúvidas de que será bem aceito pelos nomes fortes do Real Madrid, como Sergio Ramos ou Cristiano Ronaldo.

Outro fator que pesou a favor foi o conhecimento sobre o próprio Real Madrid. Formado no Castilla, ele atuou como goleiro durante os anos 90, mas só disputou uma partida no elenco profissional. Após encerrar a carreira como jogador, voltou ao clube para trabalhar como diretor da base. Não demorou para assumir o cargo de técnico da categoria.

Apesar da ligação direta com o Real Madrid, a trajetória de Lopetegui também tem relação com o Barcelona. Sem chance no elenco principal madrilenho, teve boas passagens por Las Palmas e Logroñes antes de desembarcar na Catalunha - visto como candidato a brigar pela titularidade. Dentro de campo, no entanto, também não brilhou e foi dispensado após cinco partidas.

Como treinador, sua primeira campanha de destaque foi com o Castilla, em 2008. Ele resumiu seu estilo de jogo com uma frase: "Quero que meu time seja alegre, ambicioso e sacrificado". Em 2010, começou sua escalada na seleção espanhola: foi promovido da sub-19 até a sub-21 em três anos. Em 2016, assumiu a seleção principal após a saída de Vicent Del Bosque, eliminado na Eurocopa. O principal motivo foi a sua capacidade de fazer uma renovação.

Antes de assumir o time principal do Real Madrid, Lopetegui treinou apenas dois clubes profissionais: o Rayo Vallecano, onde se destacou, e o Porto, onde foi duramente criticado. Foi demitido após uma sucessão de maus resultados e a não classificação direta para a Liga dos Campeões. Restava metade do contrato à cumprir e nenhum título foi conquistado.

O que esperar de Lopetegui na Espanha e no Real Madrid?

O Real Madrid entrou em um período de reformulação. O próprio Zidane declarou que o clube precisa de uma mudança para seguir vencendo e o perfil de Lopetegui é visto como ideal para organizar esse processo. A expectativa é que use seu respeito no vestiário para lidar com os medalhões e a sua experiência nas categorias de base para dar chances às jovens promessas.

Jogadores como Isco e Asensio são as bolas da vez para assumirem a titularidade do Real Madrid e formarem os principais pilares da reconstrução. Por outro lado, nomes como Gareth Bale podem estar vendo uma porta se fechando. O Real Madrid vive um momento de apostas em garotos, como Vinicius Junior e Rodrygo, que indiretamente também serão beneficiados pela presença do treinador.

*Sob supervisão de Thiago Salata

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade