PUBLICIDADE

Flamengo é a favor da volta de público na final do Carioca; Botafogo, Fluminense e Vasco são contra

Em reunião com representantes dos quatro grandes clubes e a Ferj, federação tem posição neutra sobre volta do público e Rubro-Negro não é maioria no encontro

12 mai 2021 16h56
| atualizado às 17h10
ver comentários
Publicidade

Ainda não há uma definição sobre um possível retorno de público para as finais do Campeonato Carioca. Nesta quarta-feira, representantes de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco tiveram uma reunião com a Ferj de forma virtual. Nela, o Rubro-Negro se mostrou favorável ao retorno dos torcedores, mas não foi maioria.

Público ficaria liberado apenas no Maracanã (Foto: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO)
Público ficaria liberado apenas no Maracanã (Foto: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO)
Foto: Lance!

Por outro lado, os representantes de Botafogo, Fluminense e Vasco foram prontamente contra a volta de pessoas nos estádios, argumentando, entre outros fatores, que o Rio de Janeiro ainda possui um alto número de casos do novo coronavírus.

Sem definição entre a maioria das partes envolvidas na reunião, o martelo não foi batido em relação a possível volta dos públicos. Com exceção do Flamengo, não é de interesse dos clubes em ter estádios com pessoas neste momento. A Ferj teve uma postura neutra durante a reunião, sem se opor a uma volta das pessoas no Maracanã.

Apesar de ter sido uma reunião com a federação, nenhum presidente dos quatro clubes participou do encontro. As equipes enviaram representantes - membros das respectivas diretorias - para participarem da reunião.

Na última terça-feira, vale lembrar, a Ferj acenou com a chance de as partidas terem até 30% de público. O Flamengo, na reunião desta quarta-feira, levantou a possibilidade e concordou em ter até um terço da lotação máxima do Maracanã nos dois jogos da final, mas não foi maioria no encontro.

Como dito pelo próprio documento da Ferj, o único estádio que teria condições de ter público é o Maracanã. Desta forma, as partidas da final da Taça Rio, entre Botafogo e Vasco, marcadas, respectivamente, para Estádio Nilton Santos e São Januário, teriam que mudar em termos de logística.

Lance!
Publicidade
Publicidade