1 evento ao vivo

Daniel Guedes estreia e diz que não é hora de 'desespero' no Cruzeiro

O jogador, que ficou mais de um ano parado, avalia que o momento é de focar nos próximos compromissos do time na Série B

20 set 2020
14h06
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A noite do Cruzeiro em Maceió não foi boa, com a derrota por 3 a 1 para o CSA, pela 10ª rodada da Série B. Mas, o cruzeirense pôde "matar" a curiosidade sobre o lateral-direito Daniel Guedes, que estreou pelo time mineiro após mais de um ano parado por um processo de doping.

Daniel Guedes fez sua estreia com a camisa do Cruzeiro na derrota por 3 a 1 para o CSA-(Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Daniel Guedes fez sua estreia com a camisa do Cruzeiro na derrota por 3 a 1 para o CSA-(Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Foto: Lance!

Daniel, mostrou lucidez e comentou sobre o que é jogar uma Série B e suas particularidades após o revés no Nordeste.

- Triste pela derrota, mas feliz pela volta. Não foi da forma que eu queria e que ninguém queria, mas o futebol é assim. Temos que ter a consciência de que estamos disputando uma competição que requer muita disputa, muita entrega. Eu ainda estou um pouco sem ritmo, porque foi meu primeiro jogo depois de um ano. Ainda tentando algumas jogadas, mas com muita dificuldade, mas é óbvio que, com o tempo, vou adquirir a força que tinha antes, a potência, com muito trabalho e treinamento-disse.

O lateral entrou ainda no primeiro tempo da partida contra o CSA, na vaga de Arthur Caíke e, mesmo sem o sucesso no resultado final, disse que ainda não é hora de ter desespero dentro ou fora de campo.

- É levantar a cabeça. Não é hora de desespero. É hora de ter tranquilidade, saber que precisamos, sim, buscar uma sequência o mais rápido possível para recuperar na tabela, mas também não podemos desesperar, porque pode ser pior para a sequência da competição-disse o lateral, que já projeta os duelos em casa, diante de Avaí e Ponte preta, no dias 25 e 30 de setembro, no Mineirão.

- E a gente tem que ter, também, em mente, que em casa, vestindo a camisa do Cruzeiro, não dá para negociar. São três pontos, e a gente não vai negociar isso com ninguém. A gente tem que colocar isso na nossa cabeça. É levantar a cabeça, buscar os seis pontos em casa, não negociar, porque vai ser fundamental para a gente se recuperar na tabela e ganhar a confiança que a gente tanto precisa-concluiu.

Veja também:

Você sabe o que significa e quais os ramos desses patrocínios?
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade