PUBLICIDADE

Conor McGregor é preso sob suspeitas de agressão sexual

Ex-campeão do UFC foi detido pela polícia de Corsica, no Principado de Mônaco, sob suspeita de agressão sexual e atentado ao pudor

12 set 2020 - 14h12
(atualizado às 14h17)
Ver comentários
Publicidade

Ex-campeão em duas categorias do UFC e atualmente aposentado, Conor McGregor voltou a se envolver em polêmica. Segundo informações da AFP Sports, o irlandês foi preso em Corsica, no Principado de Mônaco, pela polícia local sob suspeita de agressão sexual e atentado ao pudor. No entanto, pouco depois, o site atualizou e informou que "Notoroius" apenas foi levado para interrogatório e liberado em seguida.

Conor McGregor volta a se envolver em escândalo policial, desta vez, em Mônaco (Foto: Reprodução/TMZ Sports)
Conor McGregor volta a se envolver em escândalo policial, desta vez, em Mônaco (Foto: Reprodução/TMZ Sports)
Foto: LANCE!

"À raiz de uma denúncia apresentada em 10 de setembro, no qual se denunciavam fatos que poderiam ser classificados como tentativa de agressão sexual e atentado ao pudor, o senhor Conor Anthony Mac Gregor foi objeto de uma audiência por parte dos serviços de gendarmeria (uma espécie de guarda de segurança), sob custódia policial", diz o comunicado da promotoria enviado à AFP Sports.

Um membro da equipe de McGregor afirmou ao site norte-americano TMZ Sports que o ex-campeão do UFC "nega veementemente" qualquer acusação de má conduta desde que chegou à Mônaco.

Conor foi para Mônaco com intuito de participar de um evento esportivo beneficente ao lado da Princesa Charlene de Mônaco. A ação tem como meta promover a conscientização sobre a segurança da água. Contudo, por conta do caso policial, o irlandês não participou do evento. O UFC não se manifestou.

Lance!
Publicidade
Publicidade