0

CBB lança departamento de eSports e enfrenta a Argentina em desafio da FIBA

Em parceria com a Federação Internacional de Basquete, FIBA, o Basquete Brasil irá participar do FIBA ESPORTS OPEN 2020

12 jun 2020
11h22
atualizado às 11h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Lance!

O futuro já chegou! E a Confederação Brasileira de Basketball não ficou para trás. Em parceria com a Federação Internacional de Basquete, FIBA, o Basquete Brasil irá participar do FIBA ESPORTS OPEN 2020, torneio de NBA2k entre seleções nacionais, com os devidos avatars, quadra estilizada e uniformes dos países.

O desafio será diante da Argentina, entre os dias 19 a 21 de junho, com transmissão ao vivo pelo Youtube, Facebook e Twitch. A bola sobe às 11h55 em todas as datas para uma melhor de cinco jogos entre o Brasil e Argentina. Quem chegar a três vitórias leva o duelo!

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Lance!

O time brasileiro terá como capitão Lucca Soraggi, ex-jogador de basquete da base e adulto do Flamengo e da Seleção Carioca, e um dos melhores gamers do NBA2k no mundo. Conhecido no meio como Calu Basam, Lucca está entre os dez melhores do planeta e será o comandante da equipe brasileira. Juntam-se a ele Lucas Rego (@lucas.rego.9), Arthur Moreira (@artmoreira3), Luiz Guilherme Mattos da Silva Santos (@LgMHimself), Rodrigo Mielle D'Ascenzi (@rodrigomielle), Pedro Henrique de Almeida (@pedrinbarbosa13) e Felipe de Azevedo Martins (@FMartins168).

Cada país terá sete jogadores, com direito a duas substituições, de forma remota, usando a plataforma PRO-AM. Toda a ação será produzida pela FIBA com a sua mais nova marca, a FIBA Esports Studio, localizada em Riga, na Latvia, com quatro horas de show diário e seis partidas que poderão ser assistidas ao vivo nos canais da FIBA no Youtube, Twitch e Facebook, também com comentários.

O FIBA ESPORTS OPEN 2020 inaugura uma nova era na Basquete Brasil, com a criação do Departamento de eSports, que será comandado por Lucca Soraggi. A novidade é vista como estratégica para a Confederação Brasileira de Basketball de todas as formas, cita o presidente Guy Peixoto.

- O eSport cresce de maneira impressionante no mundo inteiro. É um mercado bilionário. Com essa primeira ação ao lado da FIBA, iniciamos um novo momento com a criação do Departamento de eSports da CBB, e abrimos um leque de oportunidades para os e-atletas, patrocinadores e para o mercado. Vamos seguir desenvolvendo ações e competições de eSports, tanto para atletas profissionais, quanto para gamers amadores - diz Guy Peixoto Jr, presidente da CBB.

A ação da FIBA também irá contemplar outros continentes. Vão participar do FIBA ESPORTS OPEN, além de Brasil e Argentina: Lituânia, Áustria, Espanha, Itália, Chipre, Suíça, Líbano, Letônia, Arábia Saudita, Ucrânia, Rússia, Filipinas, Indonésia e Austrália

Veja também:

Com seis atletas com Covid-19, Flamengo tem prova de fogo na Liberta em jogo no Equador
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade