PUBLICIDADE

Brasil leva o ouro no hipismo e garante vaga em Tóquio-2020

Eduardo Menezes, Rodrigo Lambre, Marlon Zanotelli e Pedro Veniss garantem a quarta medalha do Brasil no esporte

7 ago 2019 19h13
| atualizado às 19h56
ver comentários
Publicidade

A equipe brasileira de hipismo saltos faturou, nesta quarta-feira, a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. De quebra, os cavaleiros Eduardo Menezes, Rodrigo Lambre, Marlon Zanotelli e Pedro Veniss garantiram uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Além do saltos, a equipe brasileira garantiu medalha em outras duas modalidades: o adestramento, quando ficou com o bronze, e o Circuito Completo Equestre (CCE), que nos deu a prata. No individual, Carlos Parro ficou com o terceiro lugar no CCE.

AFP
AFP
Foto: LANCE!

Mais medalhas?

Com os resultados desta quarta-feira, o Brasil colocou três conjuntos nas finais individuais: Pedro Veniss, (primeiro, melhor tempo individual); Rodrigo Lambre (terceiro) e Marlon Zanotelli (quinto). Como só se classificam até três conjuntos por país, Eduardo Menezes (16º) não brigará por medalha. A decisão será na próxima sexta-feira, a partir de 12h.

O hipismo é esporte dos Jogos Pan-Americanos desde a edição de 1951, em Buenos Aires (ARG). Tirando as medalhas desta edição, o Brasil tem 25 medalhas, a maioria nos saltos: 14, sendo 9 por equipes e 6 ouros. O único bronze da equipe foi conquistado em 2003, em Santo Domingo, República Dominicana.

Com esta medalha, o Brasil segue em segundo no quadro geral de medalhas, com 28 ouros, 24 pratas e 41 bronzes. Os EUA lideram com 64 ouros e 162 idas ao pódio no total.

Veja também:

Top 10 dos atletas com mais jogos na Premier League:

 

Lance!
Publicidade
Publicidade