PUBLICIDADE

Bélgica supera favoritos, e jogadores já falam em título da Copa do Mundo

Lukaku e Courtois estão animados com futebol apresentado pela seleção

19 jun 2018 - 12h20
Ver comentários

A vitória sem sustos da Bélgica sobre o Panamá por 3 a 0, na última segunda-feira, foi a mais convincente entre os principais postulantes ao título da Copa do Mundo. Os jogadores sabem que enfrentaram um adversário frágil, mas ficaram animados com os resultados dos rivais.

- Nós sabemos do que somos capazes. Podemos superar todas as equipes. Trabalhamos muito duro, e o nível, mesmo nos treinamentos, é muito alto. Nos consideramos uma das melhores equipes. Não devemos subestimar as outras equipes, mas devemos ter confiança em nós e continuar a progredir - afirmou Lukaku, que fez dois gols na estreia da Bélgica.

Portugal e Espanha ficaram no empate. O Brasil não passou de um 1 a 1 com a Suíça, mesmo placar de Argentina e Islândia. Atual campeã mundial, a Alemanha perdeu para o México por 1 a 0. Quem venceu foi a França, que fez 2 a 1 na Austrália, mas não apresentou bom futebol.

Bélgica venceu bem o Panamá na última segunda-feira (Foto: AFP)
Bélgica venceu bem o Panamá na última segunda-feira (Foto: AFP)
Foto: Lance!

Lukaku foi um dos destaques da Bélgica (Foto: Adrian Dennis / AFP)

Caso terminem nas mesmas colocações em seus grupos, Bélgica e Brasil podem se enfrentar nas quartas de final. Para Courtois, se os belgas quiserem o título, têm que passar por qualquer desafio.

- Nosso objetivo é ir o mais longe possível, e o mais longe é ir à final e ganhá-la. Temos qualidades. Em um cruzamento ruim, podemos pegar o Brasil, mas se quisermos ser campeões, teremos que vencer esses países - comentou o goleiro do Chelsea.

A última derrota da Bélgica foi no longínquo 1º de setembro de 2016, quando perdeu por 2 a 0 para a Espanha. Desde então, disputou 20 partidas, com 15 vitórias e cinco empates.

Na segunda rodada do Grupo G da Copa do Mundo, às 9h (de Brasília) do próximo sábado, a Bélgica terá pela frente a Tunísia, em Moscou, e não deve ter problemas para aumentar a série invicta. No dia 28, o rival será a Inglaterra, no encerramento da chave.

- É um rival com mais qualidade que o Panamá, mas o Mundial é sempre difícil. Creio que será outro rival duro. Temos que tratar com o máximo respeito. Creio que temos mais qualidade, mas é sempre difícil - afirmou Courtois.

Lance!
Publicidade
Publicidade