4 eventos ao vivo

Após mais de dez anos na Europa, Daniel Bessa chega ao Goiás para realizar sonho de atuar no Brasil

Formado na Inter de Milão, meio-campista de 27 anos teve passagens por três países no continente. Seu último clube foi o Verona, da Itália, que o emprestou ao Esmeraldino

23 jan 2020
11h26
  • separator
  • 0
  • comentários

Com histórico na Europa, atuando na Itália, Holanda e Portugal, Daniel Bessa foi apresentado no Goiás, na última terça-feira. Aos 27 anos, o meio-campista vai iniciar sua primeira temporada como profissional no Brasil, emprestado pelo Hellas Verona. Após mais de dez anos no continente europeu, onde se profissionalizou, o atleta chega ao Esmeraldino para realizar um sonho.

Daniel Bessa chega para reforçar o Goiás após mais de dez anos de carreira na Europa (Foto: Divulgação)
Daniel Bessa chega para reforçar o Goiás após mais de dez anos de carreira na Europa (Foto: Divulgação)
Foto: Lance!

- Eu saí muito cedo do Brasil, me profissionalizei na Itália, passei 11 anos lá. Nunca tive a motivação e o interesse de agora, essa vontade grande do Goiás de me buscar. Vou realizar o sonho de jogar no Brasil - afirmou o jogador.

O meia surgiu no futsal do Coritiba e fez parte de uma geração multicampeã. Depois, passou pelo Athletico-PR, até se transferir para a Inter de Milão, em 2008, aos 15 anos. Campeão na base italiana, Bessa teve destaque, como uma das maiores promessas da geração 93 do clube. Com ele em campo, a equipe ganhou a Next Gen, na temporada 2010/11 - a Champions sub-19 da época.

Nos quase dez anos como profissional na Europa, Daniel passou por Vicenza, Bologna, Genoa, Como e Hellas Verona, na Itália, Olhanense, em Portugal, e Sparta Rotterdam, na Holanda. Muitas escolas e ideias diferentes de futebol e o aprendizado de estilos variados.

Com características de bom passe, dinâmica e poder de finalização, Bessa atua como meio-campista que organiza o setor, mas também tem boa chegada à área. Além do aspecto técnico, o atleta se caracteriza pelo espírito de liderança.

- O torcedor pode esperar dedicação máxima, com profissionalismo todos os dias. Sou um jogador muito de grupo e que sempre vai tentar ajudar. Quando não for um bom dia, entrarão em campo a disposição e a garra. Sou técnico, com passes e chutes como minhas principais qualidades, além do ritmo, pois sou bastante dinâmico - analisou.

O meio-campista viveu grande fase no Hellas Verona, na temporada 2016/17. Foram oito gols marcados e quatro assistências, em 41 jogos - um dos destaques na campanha da Série B do Campeonato Italiano. Na temporada 2018/19, foi titular do Genoa, na Série A.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade