PUBLICIDADE

Yasmin Brunet desabafa após derrota de Medina em semifinal

Modelo, que tentou ir aos Jogos como membro do staff do marido, insinua favorecimento a japonês e ironiza ao comentar sua ausência em Tóquio

27 jul 2021 00h58
| atualizado às 01h25
ver comentários
Publicidade

O surfista Gabriel Medina, bicampeão mundial, foi derrotado pelo japonês Kanoa Igarashi na semifinal olímpica e teve de se contentar com a possibilidade de brigar pela medalha de bronze nos Jogos de Tóquio. A esposa do atleta Yasmin Brunet estava fazendo uma live em sua página no Instagram e gravou a sua reação após o revés sofrido pelo marido.

Yasmin Brunet ao lado de Gabriel Medina, que acabou sendo derrotado nas semifinais do surfe em Tóquio (Foto: Reprodução/Instagram)
Yasmin Brunet ao lado de Gabriel Medina, que acabou sendo derrotado nas semifinais do surfe em Tóquio (Foto: Reprodução/Instagram)
Foto: Lance!

A modelo, que tentou ir para os Jogos na posição de staff de Medina, um membro da equipe técnica, mas não teve o seu pedido atendido pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), disse que teria que encerrar a live para não "falar besteira".

"O que deu? Não entendi! Apareceu já? Ah, gente pelo amor de Deus! Juízes soltem a caneta para o Gabriel. Isso não é saudável! Não acredito, p... que pariu", disse a moça, que não entendeu em um primeiro momento o resultado.

Após a eliminação, o narrador do SporTV afirmou que a estrela do japonês brilhou diante do brasileiro, o que gerou uma reação de Yasmin, que insinuou um possível favorecimento ao rival do bicampeão do mundo e desabafou, em tom de brincadeira, que se estivesse lá a sorte do surfista poderia ter sido diferente na semifinal.

"A estrela do japonês ou brilhou a caneta do juiz? Não é possível. Gente eu vou sair porque real se eu ficar aqui (na live) eu vou falar muita merda. Tá vendo, se eu tivesse lá... eu pegava esse juiz... vou nem falar nada, sério", disse ela

Não foi somente Yasmin que reclamou da critério de avaliação dos juízes questionando uma possível "mãozinha" em favor do japonês. Na internet, alguns torcedores apontaram que Medina teria sido "roubado" pelos juízes, e que os árbitros aproveitaram o sucesso do japonês para dar uma "forcinha".

Medina começou muito bem a semifinal e ficou boa parte do tempo na frente com uma nota maior. Entretanto, a pouco mais de sete minutos para o fim, Kanoa encontrou uma boa onda e fez ótimas manobras, alcançando uma nota 9.36 e ultrapassando o brasileiro. Italo Ferreira, outro brasileiro na Olímpiada, conseguiu avançar para a final e vai enfrentar o japonês que derrotou Medina na luta pelo ouro.

 

Lance!
Publicidade
Publicidade