PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Jogos de Paris

Local da abertura das Olimpíadas pode ser transferido por medidas de segurança

O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou que o país tem planos de transferir a cerimônia de abertura das Olimpíadas em caso de terrorismo.

15 abr 2024 - 10h18
(atualizado às 10h18)
Compartilhar
Exibir comentários
Macron, presidente da França
Macron, presidente da França
Foto: LUDOVIC MARIN/POOL/AFP via Getty Images / Esporte News Mundo

O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou que o país tem planos de transferir a cerimônia de abertura das Olimpíadas em caso de terrorismo. Em entrevista ao vivo a uma emissora francesa nesta segunda-feira, Macron disse que está confiante, apesar das preocupações em meio ao risco de terrorismo. Originalmente, o evento será realizado no Rio Sena. Segundo Macron, caso hajam ameaças terroristas, a celebração será deslocada para o Trocadéro ou para o Stade de France.

- Temos cenários de recurso. Temos plano B e plano C. Para dizer a verdade, temos a opção de realizar uma cerimônia que seria limitada ao Trocadéro, mas que também poderia ser transferida para o Stade de France - afirmou.

Macron não descarta a possibilidade de a Rússia tentar atacar o país durante os Jogos. Há duas semanas, o presidente também pediu um cessar-fogo ao país durante o evento esportivo.

- É uma estreia mundial. Podemos fazê-lo e vamos fazê-lo. Demos a nós próprios os meios para o fazer. Sim, vale a pena o esforço. O nosso país foi atingido pelo terrorismo e o que os terroristas querem é impedir-nos de sonhar. Estamos a organizar-nos, estamos a resistir. Não há lugar para ingenuidade, nenhuma, e vamos dotar-nos dos meios necessários para realizar uma grande cerimônia de abertura, bem como as cerimônias de encerramento e de abertura dos Jogos Paralímpicos. O perímetro de segurança será muito amplo, o tráfego será restringido e tudo será isolado uma semana antes. Será criado um sistema de venda de bilhetes para as plataformas superior e inferior. As forças da ordem serão mobilizadas a um nível excecional - explicou Macron.

Em novembro, a Assembleia Geral da ONU pediu a todos os países do mundo que respeitem a tradicional "trégua olímpica" durante os Jogos de Paris-2024.

O caso do terrorismo também afeta o interesse popular nos Jogos Olímpicos. Segundo uma pesquisa do instituto Ipsos publicada pelo jornal 'La Tribune Dimanche', apenas 53% dos franceses afirmam que estão "interessados" pelas Olimpíadas.

A cerimônia de abertura de Paris 2024 está marcada para o dia 26 de julho, na região do Rio Sena. Os Jogos Olímpicos acontecem entre os dias 26 e 11 de agosto. 

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade