PUBLICIDADE

Grã-Bretanha estreia vencendo o Chile no futebol feminino

Favoritismo das britânicas ficou latente em volume de jogo traduzido nos dois gols da centroavante Ellen White

21 jul 2021 06h26
| atualizado às 06h58
ver comentários
Publicidade

Não houve espaço para surpresas na estreia da Grã Bretanha frente ao Chile pela fase de grupos no Futebol Feminino dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Com ampla dominância e o faro de artilheira apurado por parte de Ellen White, a equipe do Velho Continente ganhou por 2 a 0.

Grã Bretanha ganhou do Chile na cidade de Sapporo nesta quarta-feira (Divulgação/Time Grã Bretanha)
Grã Bretanha ganhou do Chile na cidade de Sapporo nesta quarta-feira (Divulgação/Time Grã Bretanha)
Foto: Lance!

Tentou igualar, mas...

Mesmo ciente da dificuldade para conseguir emparelhar na questão técnica com uma das favoritas a medalha, a equipe chilena bem que tentou subir, em determinados momentos, a sua linha de marcação e trazer maiores dificuldades ao estilo de jogo britânico. Porém, se Ellen White chegou a marcar no rebote de chute defendido por Endler e viu o tento ser invalidado por conta de impedimento, na segunda oportunidade a equipe sul-americana acabou não sendo "salva" pelo VAR.

Depois de trama bem organizada pelo sistema ofensivo da Grã-Bretanha que resultou em cruzamento vindo da direita feito por Lucy Bronze, Lauren Hemp desviou na segunda trave e White, aparecendo com oportunismo na altura da pequena área, concluiu com força para não dar chances a Endler.

Controle pouco efetivo

A questão técnica e de ritmo de jogo era administrada pela equipe europeia e as estatísticas deixavam isso evidente com mais do que o dobro em finalizações e posse de bola favoráveis a equipe dirigida pela técnica norueguesa Hege Riise. Todavia, essa dominância não se transformou rapidamente em uma goleada, tendo especialmente na primeira etapa poucos chutes que fizeram Endler trabalhar após a marcação do gol que abriu a contagem.

Fechou a conta com estilo

Como esperado, o caráter de superioridade da Grã Bretanha em posse de bola e também o volume de jogo não apresentou nenhuma modificação na etapa complementar. Entretanto, pairava certa tensão pela vantagem ainda mínima no marcador em Sapporo que poderia proporcionar a igualdade em lance fortuito da equipe do Chile.

Porém, usando sua categoria misturada ao oportunismo, White apareceu novamente no ataque para dar não só maior tranquilidade como confirmar o triunfo das britânicas. Depois de bola que entrou e saiu da grande área no trabalho ofensivo, Lucy Bronze cruzou com precisão e a camisa 9 pegou de voleio, no contrapé de Endler, fazendo o segundo da partida e decretando o resultado final.

FICHA TÉCNICA

GRÃ-BRETANHA x CHILE

Local: O Domo, em Sapporo (JAP)

Data e hora: 21/07/2021 - 4h30 (de Brasília)

Árbitro: Salima Mukansanga (RWA)

Assistentes: Bernadettar Kwimbira (MAW) e Mary Njoroge (QUE)

VAR: Abdulla Al Marri (QAT)

GOLS: Ellen White (18'/1°T, 28'/2°T) (2-0)

GRÃ-BRETANHA (Técnica: Hege Riise)

Roebuck; Bronze, Houghton, Bright e Daly; Weir (Scott, aos 45'/2°T), Walsh (Ingle, aos 24'/2°T), Hemp (Parris, aos 24'/2°T), Little (Toone, aos 47'/2°T) e Stanway; White.

CHILE (Técnico: José Letelier)

Endler; Opazo (Balmaceda, aos 36'/2°T), Pardo, Guerrero e Sáez; Zamora, López (Mardones, aos 25'/2°T), Araya e Lara; Aedo (Acuña, aos 33'/2°T) e Urrutia.

Lance!
Publicidade
Publicidade