PUBLICIDADE

Criticado, algoz de Medina provoca: "Chora que estou feliz"

Alvo de brasileiros por suposta classificação injusta à final do surfe, japonês Kanoa Igarashi faz provocação em português em rede social

27 jul 2021 22h08
| atualizado às 22h47
ver comentários
Publicidade

A polêmica sobre a eliminação de Gabriel Medina para Kanoa Igarashi na semifinal do surfe masculino nos Jogos Olímpicos, na madrugada desta terça-feira (no horário de Brasília), continua. Criticado por brasileiros nas redes sociais por uma suposta classificação injusta para a final, o surfista japonês respondeu com uma provocação em português.

Yasmin Brunet protestou nas redes após Medina perder a medalha de bronze
Yasmin Brunet protestou nas redes após Medina perder a medalha de bronze
Foto: Reprodução/Instagram / Estadão Conteúdo

"Chora, chora q tou feliz! Hehehehe", escreveu Igarashi, dando risada no Twitter e mantendo viva a polêmica sobre a sua passagem à decisão pelo ouro, na qual acabou sendo derrotado pelo brasileiro Ítalo Ferreira, que se sagrou o primeiro campeão olímpico da história do surfe.

Na semifinal da madrugada desta terça, o brasileiro somou uma nota de 16.76 e foi superado pelo japonês, que acabou contabilizando 17.00 na contagem dos juízes. Pouco depois, especialistas apontaram que o brasileiro merecia ter recebido uma nota maior ao finalizar a sua bateria semifinal com um belo aéreo, muito semelhante a outro feito pelo japonês, que recebeu uma nota mais generosa dos árbitros.

Nas redes sociais, muitos internautas e a esposa de Medina, Yasmin Brunet, disseram que o surfista brasileiro foi "roubado" pelos juízes. Um video publicado no Twitter, inclusive, ajudou a aumentar ainda mais a polêmica ao comparar, exibindo quadro a quadro, os aéreos de Medina e Igarashi nas semifinais. Pela manobra do atleta do Brasil, os árbitros deram nota 8.43, enquanto que para o competidor da casa foi dada a nota 9.33.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade