PUBLICIDADE

Claudinho comemora presença "improvável" em final olímpica

Meia exalta "sensação indescritível" de defender Seleção em decisão e admite que "nem nos melhores sonhos podia imaginar" essa possibilidade

6 ago 2021 01h44
| atualizado às 01h59
ver comentários
Publicidade

O meio-campista Claudinho esbanjou sua emoção ao falar sobre a contagem regressiva para defender a Seleção olímpica no duelo com a Espanha, pela final dos Jogos Olímpicos. Em entrevista coletiva na véspera do duelo, que acontecerá neste sábado, às 8h30 (de Brasília), o camisa 20 falou sobre a ansiedade para atuar em Yokohama neste confronto decisivo e recordou sua caminhada.

'Não podia imaginar o quanto seria prazeroso chegar até aqui', disse Claudinho (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)
'Não podia imaginar o quanto seria prazeroso chegar até aqui', disse Claudinho (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)
Foto: Lance!

"É uma sensação indescritível, que nem mesmo nos meus melhores sonhos podia imaginar. É claro que vim em busca de defender o ouro olímpico, mas não podia imaginar o quão seria prazeroso chegar até aqui", afirmou Claudinho, que depois frisou: "Espero que seja um espetáculo bonito de se ver, mas que a gente saia com esse ouro".

O jogador de 24 anos falou sobre a ansiedade que teve no momento no qual o técnico André Jardine anunciou a lista de convocados para a Olimpíada. "A gente colhe nossos frutos quando a gente se destaca no seu clube, fica nervoso, apreensivo. Quando saiu minha primeira convocação (na reta final dos amistosos preparatórios), fiquei muito feliz de poder ajudar, mostrar meu valor, meu futebol, mostrar que podia ajudar a Seleção nessa Olimpíada. Quando saiu meu nome na lista final fiquei mais feliz por meu nome estar aqui no meio de tantos atletas qualificados", recordou Claudinho.

"Há três anos eu tinha esse sonho meio esquecido dentro de mim, pois não estava em um bom momento. Mas, graças a Deus, dei essa volta por cima. Hoje estou em boa fase no Bragantino, posso agora representar meu país e vivo esse sonho de estar na Olimpíada", complementou.

A Seleção olímpica encerra sua preparação para a decisão à noite, com uma atividade no estádio Hodogawa Park Soccer Field. A única dúvida na escalação está no no setor ofensivo. Matheus Cunha se recupera bem de lesão e voltou a treinar com bola, mas sua presença no time titular é incerta.

Lance!
Publicidade
Publicidade