PUBLICIDADE

Jogador do Vasco tenta burlar Lei Seca e é multado duas vezes em poucos minutos

Sem habilitação, meia tenta utilizar serviço de um motorista profissional para escapar de blitz, mas é flagrado por drone

20 abr 2024 - 11h10
Compartilhar
Exibir comentários

O meia Paulinho, do Vasco, foi multado duas vezes em poucos minutos ao tentar enganar os agentes e escapar de uma blitz montada na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio

Foto: Lance!

Sem carteira de habilitação, ele foi flagrado por drones da Operação Lei Seca ao contratar os serviços de um motorista profissional para atravessar o posto de fiscalização. O caso foi revelado pelo Jornal Nacional, da TV Globo, na noite desta sexta-feira (19).

🚔 O que aconteceu?

- Paulinho dirigia seu veículo quando foi abordado pela primeira vez na blitz da Lei Seca. Sem carteira, ele foi informado que, para deixar o local com o carro, outra pessoa habilitada teria que conduzí-lo.

- Em seguida, um motorista profissional se aproximou e falou ao jogador sobre seus serviços. Por um valor combinado, ele costuma levar o carro de motoristas impedidos de dirigir.

- O motorista assumiu a direção do carro de Paulinho, que entrou no banco traseiro do veículo. Eles andaram cerca de 30 segundos, e o atleta - sem carteira - voltou ao volante após fazer um PIX no valor de R$ 300.

- Logo adiante, ele foi parado novamente por agentes da Lei Seca que monitoravam tudo com um drone. Os dois foram levados para a delegacia.

- Enquanto Paulinho foi multado duas vezes por dirigir sem habilitação, o motorista Thiago Almeida Bianchi de Mattos foi preso em flagrante. Segundo a polícia, ele cometeu um crime quando entregou a direção do carro a uma pessoa não habilitada.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade