PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Conheça o 'Endrick do Equador', vendido ao Chelsea por R$ 109 milhões e que fez golaço no Palmeiras

Aos 16 anos, Kendry Paez já tem acerto com futebol europeu e é o mais jovem a marcar um gol em Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo

24 abr 2024 - 10h44
(atualizado em 25/4/2024 às 16h23)
Compartilhar
Exibir comentários

O Palmeiras venceu o Independiente Del Valle, por 3 a 2, pela Libertadores. Além das estrelas palmeirenses, como Endrick, os holofotes também se voltaram para Kendry Paez, jovem equatoriano de 16 anos que já teve o passe comprado pelo Chelsea por 20 milhões de euros (R$ 109 milhões).

Ele marcou o primeiro gol do jogo, aos 12 minutos. O ponta saiu da direita para o meio e tabelou com dois companheiros. Na segunda troca de passes, ele recebeu ainda fora da área e bateu de primeira no canto direito do goleiro Weverton.

O ponta equatoriano se tornou o mais jovem a marcar um gol em Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo na vitória do Equador contra a Bolívia por 2 a 1, em outubro de 2023. O acerto com o Chelsea foi fechado logo após Kendry completar 16 anos, em maio do ano passado. Ele fica no Del Valle até completar 18 anos, assim como Endrick fica no Palmeiras até chegar à maioridade, em julho, quando irá para o Real Madrid.

O recorde global não foi superado por uma diferença de 111 dias para o liberiano Ebrima Ebou Sillah, que marcou em 1996, com 16 anos e 50 dias, pelas eliminatórias africanas para o Mundial de 1998. Kendry tinha 16 anos e 161 dias quando fez o gol da vitória contra a Bolívia.

O jovem segue os passos de outra joia do Equador, Moises Caicedo. O meia de 22 anos está no Chelsea após ter deixado o Del Valle aos 19 anos rumo ao Brighton. Ele se mudou para Londres dois anos depois, com os Blues desembolsando 115 milhões de euros (R$ 625 milhões, na época), incluindo bônus por metas.

Recentemente, Kendry esteve em meio a uma polêmica, que envolveu também o zagueiro Arboleda, do São Paulo. O defensor e outro jogador da seleção, Gonzalo Plata, foram flagrados juntos de Kendry em uma balada de Nova York. A legislação norte-americana proíbe a entrada de pessoas com menos de 21 anos em boates. A Federação Equatoriana de Futebol publicou um comunicado indicando que isso seria levado em conta nas próximas convocações. É difícil, porém, que Paez fique de fora dos nomes chamados pelo técnico Félix Sánchez.

"Uma combinação de inteligência, precisão e frieza incomuns para atletas do continente, e seu destaque foi ainda mais louvável por não ser um atleta de força superior a da média, privilegiada. Assumindo que vai ganhar na Inglaterra a musculatura que não tem, é razoável imaginar que vá no futuro ser destaque em uma Copa do Mundo", analisa Thiago Freitas, diretor da Roc Nation Sports no Brasil, empresa que administra as carreiras de Vini Jr, Lucas Paquetá, Endrick e Gabriel Martinelli.

O camisa 16 do Del Valle tem seis jogos pela seleção. Junto de Kevin Rodriguez (USG, da Bélgica), Pervis Estupiñán (Brighton) e Moisés Caicedo (Chelsea), Kendry é esperança da seleção equatoriana para a Copa do Mundo de 2026. A última vez que a "La Tri" avançou da fase de grupos foi em 2006, na Alemanha.

Foi naquela edição que Lionel Messi estreou em Mundiais. Kendry é fã do argentino e busca inspiração nos dribles do oito vezes eleito melhor do mundo. O equatoriano joga pelo lado direito do campo e alia habilidade e velocidade, quase sempre puxando o jogo para o meio, favorecendo a perna boa do jovem canhoto.

Além do Chelsea, Borussia Dortmund e Manchester United tentaram a contratação do novo astro do Equador. A estreia na Premier League deve acontecer na temporada 2025/26. Desde o Brexit, a saída do Reino Unido da União Europeia, clubes ingleses não podem assinar com jovens estrangeiros até os 18 anos. Enquanto isso, os campos sul-americanos desfrutam do talento do jogador, que ganha mais experiência antes de brilhar no mundo.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade