0

Libertadores

E que baile! Tigres domina Inter e destrói sonho do tri

Miguel Sierra / EFE

Time mexicano fez 3 a 1 com muita facilidade e vai jogar final da Libertadores contra River Plate, que já está no Mundial de Clubes

22 jul 2015
23h52
atualizado em 23/7/2015 às 01h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Não deu para o Internacional. Depois de vencer o jogo de ida da semifinal por 2 a 1, no Beira-Rio, e entrar em campo precisando de um simples empate para se classificar à final da Libertadores após cinco anos, o time colorado sucumbiu à força do bom Tigres, no México. Diante de uma equipe muito qualificada e incentivada por 43 mil fanáticos que lotaram o Estádio Universitário, em Monterrey, os gaúchos tiveram atuação trágica e levaram um verdadeiro baile.

O Inter foi derrotado por 3 a 1 (com direito até a pênalti perdido pelo ex-colorado Rafael Sobis) e deu adeus às chances do tricampeonato continental. Quem vai enfrentar o River Plate na decisão da Libertadores nas próximas duas semanas será o Tigres. Em 16 jogos em casa no torneio até aqui, os mexicanos seguem sem derrotas. Ouse desafiá-los! Confira como foi o jogo em detalhes aqui.

Tigres eliminou o Inter da Libertadores de maneira contundente
Tigres eliminou o Inter da Libertadores de maneira contundente
Foto: Mario Ocampo / Getty Images

O Internacional não teve a mínima chance nesta quarta-feira. O Tigres se impôs desde o início da partida e controlou o rival como quis. Três dos cinco reforços contratados pelos mexicanos na parada para a Copa América, Gignac, Aquino e Jürgen Damm atazanaram a defesa colorada e lideraram a grande atuação dos mandantes.

O jogo do Tigres, comandado pelo técnico brasileiro Ricardo Ferretti, fluiu de maneira muito natural e resultou em dois gols antes mesmo do intervalo. O atacante francês abriu o placar, de cabeça, e Geferson, que defendeu a Seleção Brasileira recentemente, ampliou, ao marcar gol contra bisonho. A infelicidade do defensor aconteceu exatamente no momento em que o Inter tentava se soltar no confronto, apostando principalmente nas finalizações de longa distância.

Tigres novamente mostrou muita força dentro de casa na Libertadores
Tigres novamente mostrou muita força dentro de casa na Libertadores
Foto: Miguel Sierra / EFE

E você acha que o ritmo mexicano diminuiu depois do intervalo? Coitado... O Tigres continuou em cima do Inter e, antes dos 15min, perdeu um pênalti com Rafael Sobis e fez o terceiro, com Arévalo Rios. O baile que Damm, Gignac, Sobis e Aquino deram na defesa colorada (em especial nos laterais Geferson e William) foi constrangedor. Eduardo Sasha ainda substituiu Nilmar, teve grande chance de cabeça e deu assistência para Lisandro López diminuir o placar no fim. Mas não teve jeito.

O dia não era colorado.

O sonho do tri virou pesadelo.

Que lambança que você tá fazendo, garotão?!

A frase acima foi imortalizada por Galvão Bueno, na Copa das Confederações de 2009, durante a exibição da imagem de um jovem se lambuzando com sorvete nas arquibancadas da partida entre Itália e Brasil, na África do Sul. Essa mesma narração, contudo, poderia ilustrar muito bem o que Geferson fez nesta quarta-feira, no México.

Geferson teve atuação trágica: não conseguiu marcar Damm e fez gol contra
Geferson teve atuação trágica: não conseguiu marcar Damm e fez gol contra
Foto: Miguel Sierra / EFE

O lateral esquerdo colorado, que foi convocado por Dunga para integrar o elenco da Seleção Brasileira na última Copa América, anotou gol contra bisonho na parte final do primeiro tempo. Geferson se enrolou todo ao tentar cortar lançamento longo e, totalmente sem jeito, encobriu Alisson. Foi o segundo gol do Tigres no jogo e a pá de cal nas chances do Inter.

 

Sobis ainda é colorado?

Protagonista nas conquistas dos dois únicos títulos do Inter na Libertadores, Rafael Sobis atualmente defende o Tigres. E, na semana passada, ele deixou o Beira-Rio chateado por ter sido vaiado pela torcida colorada. Nesta quarta, contudo, o atacante teve a chance de se vingar.

Rafael Sobis perdeu pênalti para o Tigres quando partida estava 2 a 0
Rafael Sobis perdeu pênalti para o Tigres quando partida estava 2 a 0
Foto: Miguel Sierra / EFE

No início do segundo tempo, quando os mexicanos venciam por 2 a 0, Aquino sofreu pênalti, que Gignac imediatamente pediu para o brasileiro cobrar. Mas Sobis desperdiçou a penalidade. Ele telegrafou a cobrança e parou em defesa de Alisson. O erro repercutiu bastante nas redes sociais, mas, ao fim do jogo, Sobis disse que o Inter saiu da partida no lucro, já que, segundo ele, "era para ter perdido por quatro ou cinco".

 

7 a 1 foi pouco?

A fase do futebol brasileiro realmente é das piores dos últimos tempos. Com a eliminação do Inter nesta quarta-feira, a Libertadores amargou o segundo ano consecutivo sem equipes do País na decisão (na temporada passada, San Lorenzo e Nacional-PAR fizeram a final). A última vez que isso havia acontecido? No biênio 1990/91, quando o Olímpia decidiu dois títulos continentais consecutivos, diante de Barcelona de Guayaquil e Colo-Colo, respectivamente. 7 a 1 foi pouco?

Pela 1ª vez desde 1990/91, Brasil ficará 2 anos seguidos sem finalista da Libertadores
Pela 1ª vez desde 1990/91, Brasil ficará 2 anos seguidos sem finalista da Libertadores
Foto: Miguel Sierra / EFE

River Plate no Mundial!

A classificação do Tigres à final foi boa principalmente para o... River Plate. Pois é! A vitória desta quarta-feira garantiu o time argentino na próxima edição do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro. Isto porque, como os clubes mexicanos são apenas convidados pela Conmebol a disputar a Libertadores, não têm direito de se classificar ao torneio do fim do ano por meio do título continental.

Assim, mesmo que seja vice-campeão da Libertadores, o River irá ao Mundial – já que se garantiu como melhor time sul-americano da competição. Além dos argentinos, já há três clubes classificados ao torneio a ser disputado no Japão: Auckland City (Nova Zelândia), América (México) e Barcelona (Espanha).

River vai disputar Mundial de Clubes da Fifa mesmo se não ganhar a Libertadores
River vai disputar Mundial de Clubes da Fifa mesmo se não ganhar a Libertadores
Foto: Gabriel Rossi / Getty Images

Decisão no Monumental

A presença do Tigres na grande final da Libertadores não foi boa ao River apenas por já garantí-lo no Mundial de Clubes da Fifa. Ela também foi comemorada pelos argentinos porque garantiu que eles jogarão o duelo de volta da decisão dentro de casa. Mas por qual motivo, já que o Tigres teve melhor campanha que o River na primeira fase? Simplesmente porque o regulamento da Libertadores não permite que haja partidas derradeiras do torneio no México, país-convidado.

Assim, a ida da final será em Monterrey, na próxima quarta-feira, e a segunda partida ocorrerá no outro meio de semana, no Monumental de Núñez, em Buenos Aires. Depois de 19 anos de espera, então, os torcedores millonários terão a chance de ver o River Plate erguer a taça da Libertadores dentro de casa – algo que não ocorreria se o adversário da decisão fosse o Internacional, que jogaria o confronto de volta no Beira-Rio.

Partida final da Libertadores será no Monumental de Núñez, casa do River
Partida final da Libertadores será no Monumental de Núñez, casa do River
Foto: Andres Cristaldo / EFE

Gols

Tigres 1 x 0 Inter - 17min do primeiro tempo - Damm fe jogada pela direita, cruzou, Gignac saltou com espaço e anotou de cabeça.

Tigres 2 x 0 Inter - 41min do primeiro tempo - Medonho! Geferson tentou cortar lançamento contra a área colorada e mandou para o próprio gol, encobrindo Alisson.

Tigres 3 x 0 Inter - 11min do segundo tempo - Damm passou por Geferson pelo lado direito da área, cruzou, e Arévalo Ríos, livre, ampliou de cabeça.

Tigres 3 x 1 Inter - 43min do segundo tempo - Sasha fez a jogada pelo lado esquerdo da área, Lisandro López se antecipou a Rivas e descontou.

FICHA TÉCNICA
TIGRES-MEX x INTERNACIONAL

Local: Estádio Universitario de Nuevo León, em San Nicolás de los Garza (México)
Data: 22 de julho de 2015, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Vera
Assistentes: Carlos Herrera e Luis Vera (trio equatoriano)
Cartões amarelos: Torres (Tigres); Rodrigo Dourado (Internacional)

TIGRES: Guzmán; Jiménez, Rivas, Juninho e Torres; Arévalo Ríos, Pizarro, Damm (Lugo) e Aquino (Alvarez); Rafael Sobis e Gignac
Técnico: Tuca Ferretti

INTERNACIONAL: Alisson; William (Rafael Moura), Ernando, Juan e Geferson; Rodrigo Dourado, Aránguiz, Valdívia (Alex) e D’Alessandro; Nilmar (Eduardo Sasha) e Lisandro López
Técnico: Enrique Carrera

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade