0

Grêmio e Inter disputam clássico inédito pela Libertadores

Clássico válido pela segunda rodada da fase de grupos acontecerá nesta quinta-feira

12 mar 2020
08h10
atualizado às 08h57
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Grêmio e Internacional disputam um clássico inédito nesta quinta-feira, às 21h, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Será o primeiro Gre-Nal válido pela Copa Libertadores, principal competição do continente. Para apimentar ainda mais o confronto, vale o primeiro lugar do Grupo E.

(Foto: Divulgação/Ricardo Duarte)
(Foto: Divulgação/Ricardo Duarte)
Foto: Gazeta Esportiva

Os arquirrivais venceram na estreia na semana passada. O time do técnico Renato Gaúcho derrotou o América de Cali, da Colômbia, por 2 a 0, como visitante, e o de Eduardo Coudet fez 3 a 0 diante da Universidad Católica, do Chile, no Beira-Rio.

As equipes disputam o torneio continental ao mesmo tempo pela quarta vez na história. No ano passado, o Flamengo eliminou o Inter nas quartas de final e não permitiu o Gre-Nal na fase semifinal. A equipe rubro-negra passou também pelo Grêmio e depois conquistou o título na final contra o River Plate.

Em 2011, o Gre-Nal também ficou próximo de acontecer na Libertadores. Só que Grêmio e Inter foram eliminados das oitavas de final por Peñarol e Universidad Católica, respectivamente, e não puderam se enfrentar nas quartas. Na primeira edição que disputaram juntos, em 2007, o Grêmio perdeu apenas na final para o Boca Juniors e o Inter caiu ainda na fase de grupos.

Agora, após o Inter passar por duas fases de mata-mata contra Universidad do Chile e Tolima, da Colômbia, o Gre-Nal será disputado pela primeira vez na Libertadores. "É um privilégio estar jogando um Gre-Nal, ainda mais um inédito. Por ser pela Libertadores é ainda maior. Vamos buscar fazer valer o fator casa, porque aqui somos muito fortes", afirmou o atacante Everton Cebolinha, do Grêmio.

Apesar de jogar na casa do rival, o Inter promete não mudar de postura e atacar. "Respeitamos o Grêmio, mas temos de fazer o nosso trabalho. Atacar e defender com todos para conquistar o resultado", afirmou Edenilson. "Se não jogarmos do mesmo modo em casa e fora, ele trocará os jogadores. Acredito nessa mentalidade de ir lá de peito aberto e jogar", completou.

Renato Gaúcho e Eduardo Coudet adotaram o mistério antes do Gre-Nal, com diversos treinos fechados. A principal dúvida pelo lado do Grêmio é o zagueiro Kannemann, que perdeu algumas atividades e pode adiar o retorno. O argentino não entra em campo desde o dia 30 de janeiro, quando sofreu uma lesão no pé esquerdo e foi operado. David Braz deve atuar ao lado de Pedro Geromel.

No Inter são pelo menos três dúvidas. Na lateral-direita, Saravia e Rodinei disputam posição. O mesmo acontece do outro lado do campo, com Uendel e Moisés. No ataque, Coudet ainda não decidiu se começa com Thiago Galhardo e deixa D'Alessandro no banco.

Veja também:

Os dez atletas mais bem pagos da década, segundo a Forbes
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade