PUBLICIDADE

Futebol Internacional

Internacional vence River Plate no Beira-Rio e vai às quartas da Libertadores

8 ago 2023 - 23h33
(atualizado em 9/8/2023 às 08h51)
Compartilhar
Exibir comentários

Uma vitória gigante! Foi assim que o Internacional garantiu sua classificação para as quartas de final da Copa Libertadores, nesta terça-feira (8), ao bater o River Plate pelo placar de 2 a 1 (e por 9 a 8 nos pênaltis). Na ida, os colorados haviam perdido também por 2 a 1, mas superaram o rival em uma atuação muito sólida, diante de uma das equipes mais fortes da América do Sul.

Em meio à muita tensão, após 20 cobranças da marca da cal, os colorados fizeram a festa em noite de recorde de público na Arena Beira-Rio. Na próxima fase, o Inter encara o Bolívar, que eliminou o Athletico-PR nesta mesma fase.

Primeiro tempo

A partida começou nervosa e com muitas faltas. A primeira oportunidade perigosa foi do River Plate, num disparo de Barco. Mas o Inter, aos poucos, foi conseguindo retomar o controle e também finalizou com perigo. Numa boa oportunidade, Enner Valencia chutou, mas Armani defendeu. O equatoriano voltou a aparecer em finalização que passou perto da trave, mas uma das melhores chances acabou sendo mesmo do River, em disparo de Beltrán, que Rochet defendeu. Por outro lado, os colorados reclamaram muito de um pênalti, não marcado, de Enzo Díaz em cima do Bustos. O árbitro Andrés Matonte mandou seguir.

Inter venceu no tempo normal e nos penais –
Inter venceu no tempo normal e nos penais –
Foto: Nelson Almeida/AFP via Getty Images / Jogada10

Confira as atuações do Inter!

Segundo tempo

Depois do intervalo, praticamente só deu Internacional para cima do River. Entretanto, os colorados não conseguiam acertar o alvo. A torcida foi ficando impaciente, mas a pressão colorada não parou. Até que, aos 25 minutos, após escanteio de Wanderson, Mercado cabeceou forte para o gol e abriu o placar. O resultado ainda não favorecia totalmente o Inter, mas o segundo gol saiu logo depois: Alan Patrick cobrou falta na área a bola passou por toda a defesa, morrendo no canto de Armani. A festa já estava armada, mas o River colocou água no chope aos 45 minutos, após escanteio em que Rojas cabeceou e diminuiu. E o empate só não veio porque Rochet fez bela defesa em chute de Palavecino.

Pênaltis

As cobranças começaram com um Palavecino abrindo o placar pelo River, mas Luiz Adriano empatou pelo Internacional. Beltrán, Nacho Fernández e De La Cruz também converteram pelos argentinos, com Valencia, Bruno Henrique e Pedro Henrique balançando a rede. Na última série, Colidio fez 5 a 4, deixando toda a pressão nas costas do lateral Renê, que no entanto bateu bem e empatou. Veio a 'morte súbita',onde  Aliendro recolocou o River em vantagem, mas Mercado tornou a igualar.

Na sétima cobrança, o lance que começaria a mudar tudo: Solari bateu e converteu pelo River, mas escorregou e tocou duas vezes na bola, invalidando o lance. O VAR confirmou a irregularidade e deu a chance a De Pena para encerrar a parada, mas o argentino acertou a trave. Posteriormente, Enzo Díaz, Johnny, Paulo Díaz e Igor Gomes converteram, até que o árbitro sugeriu que as cobranças trocassem de lado, pois a marca do pênalti estava esburacada.

Apesar das reclamações do River, Rojas foi para a cobrança e acertou o travessão. Vitão ia bater o décimo pênalti do Inter, mas Rochet foi buscar a bola e pediu para cobrar. De fato, o uruguaio acertou o alvo e confirmou a épica classificação colorada.

INTERNACIONAL 2×1 RIVER PLATE-ARG (Pênaltis: 9×8)

Jogo de volta das oitavas de final da Libertadores-2023

Data e horário: 8/8/2023, às 21h (de Brasília)

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)

Público: 50.479 pagantes

Renda: R$ 1.775.185,00

INTERNACIONAL: Rochet; Bustos (Igor Gomes, 37'/2ºT), Vitão, Mercado e Renê; Johnny, Maurício (Pedro Henrique, 27'/2ºT), Aránguiz (Luiz Adriano, 27'/2ºT) e Alan Patrick (Bruno Henrique, 42'/2ºT); Wanderson (De Pena, 37'/2ºT) e Enner Valencia. Técnico: Eduardo Coudet.

RIVER PLATE: Armani; Casco (Rojas, 33'/2ºT), González Pírez (Colidio, 38'/2ºT), Paulo Díaz e Enzo Díaz; Enzo Pérez (Nacho Fernández, 40'/1ºT), Aliendro e De La Cruz; Solari, Beltrán e Barco (Palavecino, 38'/2ºT). Técnico: Martín Demichelis.

Árbitro: Andrés Matonte (URU)

Auxiliares: Nicolas Taran (URU) e Carlos Barreiro (URU)

VAR: Leodán González (URU)

Cartões amarelos: Aránguiz, Vitão, Wanderson, Alan Patrick, Rochet (INT); Armano, Solari, González Pírez (RIV)

Gols: Mercado, 25'/2ºT (1-0); Alan Patrick, 33'/2ºT (2-0); Rojas, 45'/2ºT (2-1)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade