2 eventos ao vivo

Zidane critica insultos da torcida do Sevilla ao zagueiro Sergio Ramos

12 jan 2017
22h09
atualizado às 22h09
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Real Madrid encarou o Sevilla, fora de casa, nesta quinta-feira, e saiu com empate por 3 a 3, além da classificação para as quartas de final da Copa do Rei. Porém, o técnico Zinedine Zidane e o zagueiro Sergio Ramos saíram incomodados com um assunto: os insultos da torcida dirigidos ao defensor, após ele marcar um gol.

Ramos foi revelado nas categorias de base do Sevilla, e trocou o clube pelo Real em 2005, aos 19 anos, quando ainda era uma promessa. Mesmo após 12 anos, a torcida da equipe de Sevilha parece não ter perdoado o jogador, que marcou um gol de pênalti para os madrilenhos.

Zidane, na coletiva após o duelo, criticou a atitude da torcida. "Não fiquei feliz, ele muito menos. Ele jogou aqui, foi criado aqui, está triste", desabafou o francês.

Sergio também falou sobre o ocorrido, e citou outros atletas que trocaram o Sevilla por grandes clubes do país e, mesmo assim, não foram xingados quando atuaram no Ramón Sanchez Pizjuan.

"Quando Daniel Alves e Rakitic jogam aqui, são recebidos como deuses. Em relação a mim, xingaram até minha mãe", reclamou o zagueiro, relembrando o brasileiro e o croata, que saíram do Sevilla para o Barcelona.

Com o empate por 3 a 3, o Real atingiu a marca de 40 jogos sem derrota, batendo o recorde de invencibilidade do futebol espanhol. A partida estava 3 a 1 para o Sevilla até o fim da partida, mas o gol de pênalti de Ramos criou esperanças para os merengues e, aos 47, Benzema igualou o marcador e garantiu a marca histórica do clube.

Veja também:

Newell’s Old Boys sonha com retorno de Messi
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade