0

Ribéry se emociona em despedida do Bayern e deixa futuro em aberto

7 mai 2019
13h13
atualizado às 13h13
  • separator
  • 0
  • comentários

Após 12 anos, Franck Ribéry não terá seu contrato renovado com o Bayern de Munique e deixará o clube no meio do ano. Em entrevista coletiva, o francês se mostrou muito emocionado por conta do adeus, e deixou o futuro em aberto no futebol.

"Será muito difícil dizer adeus. Pensei muito, não é fácil (sair). Mas às vezes é apenas a vida. É muito difícil sair depois de 12 anos. Sinceramente não sei o que farei na próxima temporada. Há algumas opções, mas ainda é um pouco cedo. Jogarei mais um ano ou dois e depois voltarei para Munique. Minha família se sente bem aqui. Meus filhos vão para escola aqui. Acho que voltaremos", disse.

Ribéry citou também alguns dos amigos que fez dentro de campo ao longo desses 12 anos no clube bávaro, e garantiu que não vai se distanciar dos companheiros.

"O contato (com os ex-companheiros) vai durar, é claro. Há muitos outros jogadores que eu vou sentir falta: Rafinha, (Thomas) Müller, Neuer, Arjen (Robben). Estamos juntos há muito tempo, será difícil dizer adeus", afirmou.

Por fim, o atacante relembrou ainda o ano de 2013, que contou com a conquista da Liga dos Campeões sobre o rival Borussia Dortmund.

"2013 foi um ano incrivelmente fantástico, um sonho! Eu tenho tantas boas lembranças daquela temporada. (Já o pior momento) acho que foi a final da Champions League (de 2012) contra o Chelsea. Você sempre pode perder um jogo, mas nós dominamos e estávamos em casa. Dói e você ainda tem aquilo martelando em sua cabeça", completou.

Ribéry iniciou sua carreira na base do Lille, na França. Depois passou por clubes como Boulogne e Metz, até seguir para Galatasaray e Olympique. Ele chegou ao Bayern de Munique em 2007 e, no clube, alcançou uma incrível marca pessoal: 422 jogos, com 123 gols e 183 assistências.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade