PUBLICIDADE

Kimmich volta atrás e diz que tomará a vacina contra covid

Jogador do Bayern de Munique gerou polêmica recentemente após dizer que 'não tinha certeza sobre estudos', mas agora receberá o imunizante contra a doença viral

12 dez 2021 - 10h54
(atualizado às 11h00)
Ver comentários
Joshua Kimmich chegou a ter o salário cortado pelo Bayern por não ter se vacinado (Foto: CHRISTOF STACHE / AFP)
Joshua Kimmich chegou a ter o salário cortado pelo Bayern por não ter se vacinado (Foto: CHRISTOF STACHE / AFP)
Foto: Lance!

Após gerar polêmica ao dizer que não estava vacinado contra a covid-19, além de afirmar que não havia "estudos suficientes sobre os efeitos ao longo prazo", o volante Joshua Kimmich, do Bayern de Munique, voltou atrás em sua decisão. Arrependido, o jogador de 26 anos decidiu se imunizar contra a doença.

Em entrevista à emissora germânica ZDF, Kimmich lamentou não ter tomado a vacina anteriormente, apesar de ter tido a oportunidade, e disse que o fará em breve.

"No geral, era difícil demais para mim lidar com o meu medo e as minhas preocupações. Foi por isso que eu fiquei durante tanto tempo indeciso (sobre tomar ou não a vacina contra a covid-19)", disse o meio-campista.

Afastado do elenco do Bayern de Munique desde o início de novembro, após ter contato com uma pessoa infectada pelo vírus, Kimmich testou positivo para a doença na sequência.

Nos últimos dias, o alemão teve recebeu o diagnóstico de problemas pulmonares, uma sequela por conta da doença.

Lance!
Publicidade
Publicidade